MOBILIZAÇÃO

Hidrelétrica é ocupada em Pernambuco em protesto contra retrocessos no campo

O abandono orçamentário com a região e a privatização do Rio São Francisco e da Chesf

Brasil de Fato | Recife (PE)

,
Usina Hidrelétrica Luiz Gonzaga é ocupada por trabalhadores e trabalhadoras / Redação

Cerca de 2000 trabalhadores e trabalhadoras dos estados de Pernambuco e Bahia ocuparam na madrugada desta segunda-feira (11) a usina hidrelétrica Luiz Gonzaga, localizada no município de Jatobá, no sertão de Itaparica.

Com a aprovação em 2016 da PEC55, conhecida como "Fim do Mundo", que limita os investimentos públicos por 20 anos, o governo golpista aponta para uma grande redução no orçamento do sistema Itaparica, que é composto por 10 perímetros/reassentamentos, nos municípios de: Santa Maria da Boa Vista, Orocó, Belém de São Francisco, Petrolândia, Curaçá, Abaré, Rodelas, Gloria, Floresta e Tacaratu afetando mais de 80.000 pessoas.

Entre as reivindicações pautadas pelos trabalhadores e trabalhadoras estão incluídas a abertura do diálogo com o governo não-eleito de Temer, pois desde o golpe foi extinto todo o diálogo com o governo federal, o abandono orçamentário com a região e a privatização do Rio São Francisco e da CHESF, que faz parte da política do governo de desmanche e enfraquecimento do estado brasileiro.

A ocupação foi mobilizada pelo Pólo Sindical do Submédio do São Francisco Pernambuco e Bahia, FETAPE, CUT, CONTAG, Frente Brasil Popular, Pastoral da Juventude Rural, MST, Levante Popular da Juventude e também conta com a presença de vereadores da região e da Brigada de Agitação e Propaganda Maria Paraíba.

Edição: Monyse Ravenna