24 de janeiro

Julgamento de Lula | Acampamento começa a ser montado em Porto Alegre

A largada da jornada será dada nesta segunda, com a marcha de camponeses da Via Campesina, da Ponte do Guaíba (BR 116)

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,
Neste domingo (21), caminhões descarregaram a estrutura e mais de 200 trabalhadores rurais sem-terra estão envolvidos na construção. / Divulgação

Realizado para receber centenas de pessoas que irão acompanhar o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a estrutura do Acampamento pela Democracia e em Defesa do direito de Lula ser candidato começou a ser montada no Anfiteatro Pôr do Sol, em Porto Alegre (RS). Lula será julgado na próxima quarta-feira (24), em segunda instância, na Operação Lava Jato pela 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4).

O local do acampamento e o direito a manifestações populares foram definidos em acordo extrajudicial feito com o Ministério Público Federal do Rio Grande do Sul (MPF/RS) por meio da Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão (PRDC) e representantes do governo do Rio Grande do Sul e do município de Porto Alegre. O anúncio foi feito por representantes da CUT-RS, de movimentos populares e de partidos de esquerda que compõem a Frente Brasil Popular, durante coletiva de imprensa nesta sexta-feira (19).

Neste domingo (21), caminhões descarregaram a estrutura e mais de 200 trabalhadores rurais sem-terra estão envolvidos na construção das tendas para plenária de debates, alojamento das caravanas, cozinha e centro de saúde.

A largada da jornada será dada nesta segunda-feira (22), com a marcha de camponeses da Via Campesina, da Ponte do Guaíba (BR 116) até o local do acampamento, que começará a receber as delegações. Um seminário sobre arbitrariedades do processo contra o presidente Lula também está previsto para as 14h.

Saiba tudo sobre a cobertura do julgamento:


ESPECIAL | ELEIÇÃO SEM LULA É FRAUDE


 

Edição: Simone Freire