Televisão

Coluna | Pegou mal para os apresentadores

Sílvio Santos e Ratinho recebem críticas de telespectadores

Brasil de Fato | Belo Horizonte (MG)

,
Apresentador acerta participação de Temer nos programas do SBT para promover reforma da Previdência / Reprodução

O apresentador Sílvio Santos recebeu para um almoço em sua casa Michel Temer.  O objetivo principal de tal encontro foi acertar a participação do presidente não eleito em programas do SBT a fim de promover a famigerada reforma da Previdência. 

Temer chegou a comentar que ficou entusiasmado com o interesse do apresentador no tema, bem diferente do sentimento da maioria da população brasileira, que a rejeita. Claro que o “chefão” da emissora deve estar muito animado, já que a tal reforma beneficia os patrões como ele, cortando direitos duramente conquistados pelos trabalhadores. Nenhuma novidade nessa postura do dono do SBT.

Mas que isso é um grande tiro no pé, não há como negar. Com índices baixíssimos de aprovação, Temer é um dos presidentes mais rejeitados da história e quem se associa a ele sai queimado.  Pegou mal, tio Sílvio… 

Pegou mal II

As declarações de Ratinho, num vídeo postado em seu Instagram com o título “Exagero de viado” pegaram muito mal. Nele, o apresentador diz que a Globo tem colocado muitos personagens “viados” nas suas tramas. “É muito viado, eu não sei o que está acontecendo. Não tem tanto viado assim. Ou tem? Será?”, questiona ele. 

Isso rendeu um processo ao apresentador. A Defensoria Pública de São Paulo entrou com representação para que Ratinho responda a processo administrativo por essas declarações. No dia seguinte, a postagem, que viralizou, postou novo vídeo, dizendo que se tratava apenas de uma brincadeira, tentando apagar o incêndio causado pelo que disse. 

Nas redes, Ratinho foi acusado de homofobia. E com razão! E outra: falta ainda muita representatividade da população LGBT na teledramaturgia. Atualmente, com maior expressão e destaque, podemos acompanhar os dilemas do médico Samuel (Eriberto Leão) em “O outro lado do Paraíso” e o romance entre as adolescentes Lica (Manoela Aliperti) e Samantha (Giovanna Grigio). Muito pouco, não acham!?

Um abraço e feliz 2018!

*Felipe Marcelino é professor de filosofia

Edição: Joana Tavares