CARNAVAL

Carnaval 2018 tem blocos para todos os gostos no Rio de Janeiro

O Brasil de Fato foi ao centro do Rio perguntar aos cariocas quais os melhores blocos da cidade

Brasil de Fato | Rio de Janeiro (RJ)

,
Confira mais dicas para pular o carnaval no Rio. / Brasil de Fato RJ

O carnaval deste ano vai estar recheado de blocos para todos os gostos nos quatro cantos do Rio e região metropolitana. Para fazer uma seleção dos melhores blocos, o Brasil de Fato foi ao centro do Rio perguntar aos cariocas quais as indicações para curtir o carnaval mais famoso do Brasil. 

Simone e a filha Maria Clara contaram que vão aproveitar parte da folia na cidade e depois viajar. “A gente vai curtir o carnaval sábado aqui no bloco do Bola Preta e na Banda de Ipanema. Segunda vamos para Maricá”, explicou. Os dois blocos são super tradicionais e esperam atrair multidões. O Cordão aguarda mais de 1,5 milhão este ano e a Banda cerca de 90 mil pessoas.  

A advogada Débora vai passar o carnaval fora, pela primeira vez em cinco anos, mas não quis deixar de recomendar os seus preferidos."Recomendo os blocos: Sargento Pimenta e Orquestra Voadora. É muito bom pessoal, aproveitem", disse animada.  

Outras opções 

Outros destaques do carnaval para quem quer curtir em blocos de médio porte são: Bloco do Tamanco, em Padre Miguel, o tradicional Céu na Terra, em Santa Teresa e Cordão Alegria, na Tijuca que desfilam no sábado (10). Para aqueles que estão do outro lado da ponte Rio-Niterói, podem curtir o bloco Maria Sangrenta, na Praça Getúlio Vargas, em Icaraí. 

Já no domingo (11), a boa é curtir o Afoxé dos Filhos de Gandhi na Gamboa, o Bloco Chega Mais, em Piedade, e o Arrastão do Céu, em Icaraí. Para quem gosta de emendar uma praia, a segunda (12) traz para os foliões o bloco Virtual no Leme e o Divas do Recreio na Avenida Lucio Costa (Quiosque Terapia). 

E para fechar o carnaval, na terça (13) o Tudubloco vai tremer o Parque Madureira e o Boi de Anchieta vai lotar a praça Nossa Senhora de Nazaré, na Zona Norte. Em Niterói, os foliões podem curtir música afro no bloco Afro Olodumare, a partir das 15h, no Centro.  

Edição: Mariana Pitasse