SAMBA

Grupo musical realiza shows de samba nos vagões de trem do Rio de Janeiro

Passageiros encontram saída animada para tornar a viagem de trem entre Nova Iguaçu e Rio de Janeiro mais agradável

Brasil de Fato | Rio de Janeiro (RJ)

,

Ouça a matéria:

A folia é garantida toda sexta-feira no trem que vai da Baixada ao Rio / Foto: Trem do Samba

Toda sexta-feira a viagem de trem de Nova Iguaçu para o Rio de Janeiro fica mais animada. Um grupo de cerca de 20 pessoas que tem a música como hobby, há mais de 30 anos alegra o trajeto de uma hora e meia entre a Baixada e a capital fluminense. 

Fabrício Conceição é um dos integrantes do coletivo musical batizado de Trem do Samba. O nome é apenas igual ao do evento tradicional que reúne grandes compositores e sambistas  no trem que sai da Central e vai até a estação de Oswaldo Cruz com shows em homenagem ao Dia Nacional do Samba, 2 de dezembro. O instrumentista conta que o grupo é informal e que a principal intenção é tornar a viagem mais agradável para os passageiros. 

 “Tudo começou com o meu tio na verdade, ele é o mais velho do grupo e participa também e a gente vai se reunindo com a galera, gente nova, gente antiga. Com relação aos  aniversariantes da semana, a gente junta todo mundo e faz uma coisa diferente também, levamos um bolinho no trem”, conta. 

A diversão é garantida nos trajetos Nova Iguaçu – Central, às 7h30 e Central – Nova Iguaçu, às 20h. Conceição ressalta que o coletivo é acolhedor e está sempre recebendo novos integrantes. Ele conta que aprendeu a tocar samba após ingressar no grupo. 

 “O Trem do Samba é uma vida, uma família, porque dá muita oportunidade para a gente, quando eu cheguei, não tocava eu dançava hip hop e fui pro samba. É uma coisa bem diferente, bem legal”, afirma. 

Todos os integrantes do grupo moram na Baixada Fluminense e trabalham no Rio, a maneira descontraída encontrada pelo grupo para deixar a viagem de trem menos estressante tem rendido boas festas nos vagões lotados do transporte. Os interessados em saber mais sobre o grupo, podem entrar em contato com um dos idealizadores do Trem do Samba, Edimar Ferreira, pelo telefone 21 99207-0841.  

 

Edição: Vivian Virissimo