RÁDIO

Na íntegra: Ouça as edições do Programa Brasil de Fato

Em Pernambuco e São Paulo, programas completam um ano nas ondas

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,
No dia 4 de março foi ao ar os primeiros programas de rádio do Brasil de Fato / Brasil de Fato

Há um ano, o Brasil de Fato passou a ocupar um importante espaço para o  fortalecimento e a ampliação da comunicação popular: o rádio. 

Neste domingo, 4 de março, comemoramos o aniversário de estreia nas ondas sonoras. Os estados de Pernambuco e São Paulo foram os pioneiros. Hoje, mais estados se somam a essa luta, veiculando programas no Rio de Janeiro, Paraná e Minas Gerais e na cidade de Sorocaba. 

Confira os destaques desta quinquagésima terceira edição:

Em São Paulo e em Sorocaba, as mulheres já se organizam para os atos do 8 de março, Dia Internacional da Mulher Trabalhadora, que contará com mobilizações em todo país. As demandas e pautas desse ano são tema de reportagem com as vozes de membros da Marcha das Mulheres Negras e da Marcha Mundial de Mulheres. 

No comentário semanal direto de Brasília (DF), nossa repórter Cristiane Sampaio traz o tema da segurança pública em destaque e fala sobre como andam os projetos para essa área dentro do Congresso Nacional.

No quadro Fala Aí, o estudante de economia Chico Gremaud questiona: como fica a situação dos presídios a partir da intervenção federal decretada no Rio de janeiro? Quem responde é o advogado e professor Taiguara Souza.

O vazamento de rejeitos químicos da mineradora Hydro Alunorte, em Barcarena, no Pará, preocupa os moradores das comunidades, que relatam problemas de saúde e associam a lama de rejeitos. O tema é abordado na matéria da correspondente Lilian Campelo.

Você sabia que pode estar sendo “vigiado” através da câmera do seu celular? No quadro Conectados, é possível conferir dicas de tecnologia para aumentar a privacidade e proteger as informações ao usar a internet.

Em Pernambuco, a entrevistada Verônica Santanta, do Movimento de Trabalhadoras Rurais (MMTR), traz um panorama sobre as preparações do 8 de Março e os retrocessos dos direitos das mulheres após ao golpe de 2016.

O ouvinte também vai conhecer a história de  Bárbara de Alencar, a primeira presa política no Brasil, que contribuiu com a Revolução Pernambucana de 1817.

A reportagem mostra como foi o Encontro Regional de Agroecologia (ERÊ),  que aconteceu na Federal Rural de Pernambuco. Além disso, dados da última pesquisa do IBGE sobre os índices de desemprego em Pernambuco evidenciam as consequências da crise no estado. 

E ainda tem Boletim do Interior sobre os mandados de busca e apreensão em acampamentos do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), nas cidades de Petrolina e Moreno (PE), e boletim direto de Salvador com todas as informações do Fórum Social Mundial.

A edição desta semana do programa Brasil de Fato no Rio de Janeiro tem como destaque o aniversário da capital fluminense em meio ao cenário difícil de intervenção militar. Uma reportagem vai mostrar a violação de direitos que passaram a ocorrer após a implantação da nova política do governo golpista de Temer, como o fichamento dos moradores de favelas.

Apesar desse contexto, o quadro Lugares do Rio apresenta a experiência de uma cafeteria diferente, a Curto Café, que aposta na confiança e no clima de amizade e incentiva o cliente a pagar o quanto acha que vale pelo cafezinho. 

O programa fala também sobre saúde pública. No quadro Repórter SUS, o presidente do Conselho Nacional de Saúde (CNS), Ronald Santos, fala sobre a 1ª Conferência Nacional de Vigilância em Saúde e explica o quanto a vigilância tem tudo a ver com o cotidiano das pessoas.

Em Minas Gerais, a grave situação das escolas estaduais é tema de reportagem.  Dados do DIEESE mostram que metade das escolas mineiras, principalmente na área rural, não têm refeitório, nem quadras cobertas.

Professores estaduais fazem paralisações e apontam indicativo de greve para o 8 de março.

E por falar em 8 de março,  será formado  o Acampamento das Mulheres na Luta, por Democracia, Soberania e Autonomia, nos dias 7 e 8 de março, na Praça da Assembleia Legislativa, em Belo Horizonte. A mobilização pretende reunir 2 mil mulheres.

O ouvinte também vai ficar por dentro da etapa estadual de formação do Congresso do Povo, que ocorreu nos dias 24 e 25 de fevereiro.

Na capital mineira, a Maternidade Sofia Feldeman, referência em humanização do atendimento, pode fechar as portas por falta de recursos. A Prefeitura quer assumir a gestão do hospital, mas a medida é criticada por médicos da rede. Entenda na reportagem. 

A coluna de João Paulo Cunha é sobre a intervenção militar e a necessidade da esquerda discutir um projeto nacional de segurança pública brasileira.

Sintonia

Na capital paulista, a edição do programa vai ao ar das 7h às 8h do sábado, na Rádio Imprensa (102,5 FM), com reprises aos domingos, no mesmo horário.  Em Sorocaba, você pode ouvir o programa aos sábados, das 12h às 13h, com reprise no mesmo horário, no domingo, na Rádio Super ( 87.5 FM).

Em Pernambuco, o programa é veiculado pela Rádio Clube, (720 AM), às 7h, com reprise aos domingos, no mesmo horário. 

A Rádio Autêntica, (106,7 FM), em Belo Horizonte, Minas Gerais, exibe o programa aos sábados, às 11h e aos domingos às 7h. 

Em Niterói, no Rio de Janeiro, a Rádio Fluminense (540 AM) transmite aos sábados, às 9h, com reprise aos domingos, no mesmo horário. 

No Paraná, em Ponta Grossa, quem transmite é a Rádio Princesa (87,9 FM), aos sábados, às 10h. 

Ouça os programas que foram ao ar neste sábado, dia 3 de março:  

São Paulo e Sorocaba (SP)

Pernambuco

Rio de Janeiro

Minas Gerais

Paraná

Edição: Mauro Ramos