Eleições

Editorial | Só o povo pode decidir

As elites no judiciário, Congresso e a Rede Globo novamente ‘decidem’ quem disputa as eleições

Brasil de Fato | Curitiba (PR)

,
Frente Brasil Popular realiza, entre os meses de março a julho, o Congresso do Povo / Ricardo Stuckert

O mês de março é decisivo para a política brasileira. No dia 26, serão julgados, de forma apressada, os recursos da defesa de Lula sobre o caso do triplex do Guarujá.

A sinalização de inviabilidade eleitoral de Lula e mesmo uma possível prisão do ex-presidente deixam muitas preocupações:

1) Lula possui reconhecimento internacional e será condenado sem a apresentação de provas documentais sobre propriedade do apartamento

2) O ex-presidente segue em primeiro nas pesquisas de voto, isso porque o povo está descontente com o governo Temer, que entrega de graça o patrimônio público e aumentou o desemprego

3) Depois de derrubar a presidente Dilma Rousseff, as elites no judiciário, congresso e a Rede Globo outra vez “decidem” quem disputa as eleições.

Tudo isso mostra que a crise institucional vira um barril de pólvora e o julgamento político de Lula pode gerar protestos contrários.

Diante dessa situação, a Frente Brasil Popular realiza, entre os meses de março a julho, o Congresso do Povo, um debate que deve acontecer em bairros, cidades, capitais, convocando em um encontro nacional.

Em um momento em que juízes e congressistas pouco se importam com a opinião dos “de baixo”, será a chance para trabalhadores dizerem que projeto de país querem construir.

 

Edição: Pedro Carrano