Caravana

Em Chapecó (SC), Lula assina filiação ao PT de senhora de 107 anos

Dona Bia, mulher centenária da cidade de Caxambu do Sul, viajou até Chapecó com sua ficha de filiação ao partido

Brasil de Fato | Chapecó (SC)

,

Ouça a matéria:

Lula assina o cartão de filiação de Dona Bia ao Partido dos Trabalhadores / Ricardo Stuckert

Uma multidão acompanhou a visita do ex-presidente Lula à cidade de Chapecó (SC), apesar da tensão que reinou durante todo sábado (24), quando manifestantes opositores a Lula estiveram determinados a impedir a realização do ato marcado para a noite, . 

Debaixo de chuva forte, Lula subiu ao palco acompanhado do ex-prefeito de São Paulo e ex-ministro da Educação, Fernando Haddad, além de lideranças de movimentos sociais e sindicais, deputados estaduais, federais e membros do Partido dos Trabalhadores (PT). 

A certa altura do ato, o deputado federal Pedro Uczai (PT/SC), anunciou a presença de Dona Bia Linhares, uma senhora de 107 anos, moradora da cidade catarinense de Caxambu do Sul. A centenária veio a frente carregando a ficha de filiação ao PT. Emocionado, Lula pediu uma caneta e assinou o documento. 

“Para mim, não teve melhor presidente que o Lula”, falou a senhora com mais de um século de experiência.

Dona Bia ao lado do deputado federal Paulo Pimenta durante o ato na cidade de Chapecó (SC). Foto: Paulo Pimenta.

“Sabe o que ela falou comigo antes?”, respondeu o ex-presidente. “Eu vou convidar o Lula pra tomar uma cachacinha”, brincou.Não bastasse o momento de forte emoção com a presença da senhora Bia, ao final, o ex-presidente ainda pediu que o povo fizesse um corredor humano para que ele pudesse descer do palco e caminhar até o hotel, localizado a cerca de 200 metros do local do ato. Lula percorreu o trajeto com lágrima nos olhos, sendo ovacionado pelos chapecoenses.

Edição: Camila Salmazio