JUSTIÇA

Mundo repercute julgamento de Lula no STF e declarações das Forças Armadas

Julgamento de Habeas Corpus de ex-presidente ganha destaque internacional, assim como posições de generais do Exército

Brasil de Fato l São Paulo (SP)

,
Diversos meios de comunicação pelo mundo trazem em destaque o julgamento do Habeas Corpus de Lula no STF / Telesur/Reprodução

O julgamento do habeas corpus (HC) preventivo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Supremo Tribunal Federal (STF), nesta quarta-feira (4), ganhou destaque em diversos veículos pelo mundo, assim como as declarações de membros das Forças Armadas brasileiras em redes sociais.

O habeas corpus, que visa evitar a prisão do ex-presidente, após o recebimento de uma sentença condenatória em segunda instância no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), poderá impactar a vida política do país, em especial a corrida eleitoral liderada, segundo as pesquisas atuais, por Lula.

A decisão em torno do habeas corpus no STF hoje seria se Lula poderia receber um mandado de prisão a partir do final da tramitação da condenação em segunda instância, ou seja, no TRF4; ou se a prisão pudesse ser decretada apenas após a tramitação dos recursos do caso em todas as instâncias. Já a possibilidade de Lula ser ou não candidato tramita no Tribunal Superior Eleitoral, que poderá julgar a candidatura do ex-presidente baseada na Lei da Ficha Limpa.

Artigo do New York Time analisa a situação brasileira e o posicionamento de oficiais do exército

O jornal norte-americano New York Times publicou um artigo explicando a situação sob o título “Com o destino do ex-presidente do Brasil na berlinda, Chefe do Exército opina”, no qual destaca as declarações do general da ativa Eduardo Villas Bôas, no Twitter, como algo que aumenta as tensões no país. O jornal também ressaltou o silêncio do presidente Michel Temer sobre o assunto.

O Nodal, site especializado em América Latina, traz uma matéria explicando o julgamento do HC e uma repercutindo as declarações de Villas Bôas, destacando suas falas sobre “impunidade” e sobre a “missão institucional” das forças armadas. A venezuelana Telesur traz como destaque principal em sua página o julgamento e, também, uma cobertura sobre as mobilizações sociais que acontecem por todo o país em defesa do ex-presidente.

Uruguaio La Diaria ressalta as pressões oficias e extra-oficiais que recaíram sobre o julgamento

O uruguaio La Diaria traz um artigo sobre a situação do Brasil com o título de “Em suspensão”, no qual aborda a ansiedade causada pelo julgamento e pelas declarações de militares ameaçando uma intervenção militar, à exemplo das declarações do general da reserva Luiz Gonzaga Schroeder Lessa, ao Estado de São Paulo, no qual diz que “é dever das forças armadas estabelecer a ordem” mesmo ao custo de “derramamento de sangue”.

No Reino Unido, o The Guardian afirma que “as tensões estão em alta no país com o assassinato da vereadora Marielle Franco e com a decisão judicial desta quarta-feira, que poderá aprofundar a polarização em um país já amargamente dividido. Se Lula for preso, seus apoiadores irão apontar perseguição política; se não, seus detratores irão alegar corrupção”.

A rede alemã Deustche Welle, a russa RT e o francês Le Monde também trazem em suas páginas principais notícias sobre o julgamento do habeas corpus de Lula.

>> Acompanhe o minuto a minuto do julgamento do Habeas Corpus de Lula <<





 

 

 

 

 

Edição: Vivian Neves Fernandes