Luto

A sambista Dona Ivone Lara faleceu aos 97 anos; Será sepultada hoje no Rio

A cantora foi uma das principais vozes femininas do samba

Ouça a matéria:

Dona Ivone Lara estava com um quadro de anemia e faleceu ontem (17) / Wikimedia Commons

Dona Ivone Lara estava internada desde a última sexta-feira (13) no centro de tratamento e terapia intensiva da Coordenação de Emergência Regional, no Leblon, com quadro de anemia e faleceu na noite de ontem (16).

O corpo da cantora está sendo velado agora pela manhã, na quadra da Império Serrano, sua escola de coração, que fica em Madureira, na zona norte da cidade. Já o sepultamento está marcado para tarde no cemitério de Inhaúma, também na zona norte.

Considerada um dos maiores nomes da música popular brasileira, a cantora nasceu em 13 de abril de 1921, também no Rio de Janeiro, e compôs seu primeiro samba, Tiê Tiê, com apenas 12 anos.

Desde a década de 40, ele compunha sambas para sua primeira escola, Prazer da Serrinha, mas eles eram assinados por um primo por causa do preconceito contra participação de mulheres nas agremiações.

Dona Ivone Lara tinha entre suas principais composições as músicas Sonho Meu e Acreditar, ambas em parceira com Délcio Carvalho.

Edição: Redação