Violência

Violência contra povos indígenas é debatida em audiência pública

Lideranças indígenas e representantes de entidades que atuam no campo indigenista foram convidados

EBC

,

Ouça a matéria:

A audiência pública do Senado está dentro da programação do Acampamento Terra Livre 2018 / Flickr

Dentro da programação do Acampamento Terra Livre 2018, que começou nesta segunda-feira (23) em Brasília, uma audiência pública no Senado debate violência contra os indígenas e a participação dos povos originários no campo político.

Dados alarmantes a respeito de assassinatos de indígenas foram apresentados pela defensora Pública da União no Mato Grosso do Sul, Daniele Osório.

Na mesma linha, o secretário adjunto do Conselho Indigenista Missionário, Gilberto Vieira dos Santos, ressaltou que a incitação ao ódio contra as populações indígenas muitas vezes parte do próprio Congresso Nacional. Segundo ele, muitos parlamentares trabalham pela não demarcação de terras.

Foram convidadas para audiência diversas lideranças indígenas e representantes de entidades que atuam no campo indigenista.

Samantha Juruna, da Namunkurá Associação Xavante, expôs a falta de representantes indígenas na política nacional e a necessidade dos diversos povos se apoiarem para a efetivação de direitos.

São aguardados cerca de 2.500 indígenas que seguem reunidos até a próxima quinta-feira (26) numa intensa programação de debates, atos e manifestações culturais.

Edição: EBC