Luta

Levante Popular da Juventude reúne cerca de 1,5 mil jovens em acampamento no Ceará

Iniciativa faz parte do calendário de atividades que culminam no 1º de maio, Dia do Trabalhador

Brasil de Fato | Caucaia (CE)

,
Para acompanhar a cobertura completa do 2º Acampa do Levante Popular da Juventude no Ceará é só acessar www.facebook.com/levanteceara/ / Foto: Divulgação / Levante Popular da Juventude

Cerca de 1,5 mil jovens cearenses estão reunidos, desde sábado (28), no município de Caucaia, na região metropolitana do Ceará, para discutir estratégias, trocar experiências e animar as manifestações pela defesa da democracia no estado.

A segunda edição do acampamento é uma iniciativa que reúne jovens de diversas regiões e áreas de atuação, seja nas escolas, nas universidades, nos bairros, nas periferias, nas igrejas, no movimento hip hop e demais movimentos de cultura e arte.

O espaço surge como uma ferramenta de preparação da juventude frente aos desafios que virão em 2018, como as eleições nacionais e a luta em defesa da liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso político desde o último dia 6 de abril. “A função da Juventude é ajudar a reconstruir a esquerda brasileira,” afirmou Tamyres Lima, da coordenação nacional do Levante.

Neste sentido, a programação da atividade inclui amplas discussões acerca da pauta racial, da LGBTfobia, do meio ambiente, da importância da cultura popular, da saúde, política de drogas, entre outros assuntos. 

Organicidade

A realização do acampamento e sua sustentação é realizada pelos próprios participantes, desde a limpeza, alimentação, saúde, segurança até a infraestrutura.

"Toda a militância é envolvida em tarefas. Os 1,5 mil jovens entraram no acampamento com muito estudo, mas também com tarefas práticas, num processo pedagógico entre a teoria e a prática. A gente vem num processo de muita luta da juventude cearense. Há poucos dias nós estávamos na Praça da Justiça em Fortaleza, no acampamento Lula Livre", explicou Miguel Braz, da coordenação nacional do movimento. 

Entre os momentos marcantes do "2º Acampa", teve destaque a homenagem realizada no domingo (29), a Marielle Franco, vereadora do Rio de Janeiro assassinada no mês passado após denunciar os abusos da intervenção militar na capital fluminense.

Sobre a experiência desses dias, Thalyta Vaz, estudante de Educação Física, que atua no movimento estudantil da Universidade Federal do Ceará (UFC), afirmou que ele faz parte da somatória de experiências que fortalecem as suas convicções e ideias sobre o que deseja para o país.

“Estou no Levante há um tempo. Hoje posso dizer com propriedade que conheço cada fogueirinha aí e contar belas histórias de como cada uma incendiou milhares e milhares de corações em nome do projeto popular", disse.

O segundo acampamento do movimento acaba nesta terça (1), Dia do Trabalhador, com a participação no lançamento estadual do Congresso do Povo, que acontece a partir das 9h, no bairro Parangaba, em Fortaleza.

Edição: Simone Freire