Geral, notícias

Afetados por vazamento dizem que Hydro Alunorte deixou de fornecer água potável

A empresa suspendeu a distribuição de água potável a partir de 21 de abril

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,

Ouça a matéria:

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) notificou oficialmente a Hydro, por conta do não cumprimento do prazo de / THIAGO GOMES / AG PARÁ

O Ministério Público do Pará recebeu nesta segunda-feira (30) uma denúncia de representantes de comunidades impactadas pelo vazamento de rejeitos da refinaria Hydro Alunorte, em Barcarena. 

De acordo com as lideranças, a Hydro deixou de fornecer água potável para as comunidades, conforme acordado. A suspensão teria ocorrido na semana passada, depois que o Ministério Público pediu a abertura de inquérito policial para analisar se haveria metais pesados na água fornecida pelos carros-pipa da Hydro.

Os promotores analisam medidas, inclusive judiciais, para que a retomada da entrega da água potável de boa qualidade seja retomada.

Procurada, a Alunorte afirmou que recebeu notificação do Ministério Público Estadual e Federa baseada na alegação de que amostras da água através dos caminhões-pipa estariam contaminadas.

Com base na notificação, a empresa suspendeu a distribuição de água potável a partir de 21 de abril. A empresa alega que mantém a distribuição de água mineral para as comunidades Burajuba, Vila Nova e Bom Futuro.

Edição: EBC