SAMBA

Exposição conta história do Samba no Rio de Janeiro

Em cartaz no Museu de Arte do Rio (MAR), a exposição vai até o final do mês de maio

Brasil de Fato | Rio de Janeiro (RJ)

,
“O Rio do samba: resistência e reinvenção" em cartaz no MAR até o fim do mês / Divulgação

A exposição “O Rio do samba: resistência e reinvenção” está em cartaz no Museu de Arte do Rio (MAR) até o final do mês de maio, com visitação gratuita. A mostra expõe os aspectos sociais, culturais e políticos da história do samba feito no Rio de Janeiro desde o século XIX até os dias de hoje por meio de pinturas, fotografias, documentos, objetos, vídeos e instalações.

A exposição está dividida em três momentos espalhados entre os espaços de visitação do museu: “Da herança africana ao Rio negro”, “Da Praça XI às zonas de contato” e “O Samba Carioca, um patrimônio”. O espaço principal está no terceiro andar, onde está localizada uma área dedicada a investigar a história do Rio de Janeiro.

A curadoria é de Nei Lopes, Evandro Salles, Clarissa Diniz e Marcelo Campos. Na mostra, eles reuniram obras de Candido Portinari, Di Cavalcanti, Heitor dos Prazeres e outros artistas. Fotografias de Marcel Gautherot, Evandro Teixeira, Bruno Veiga e Wilton Montenegro, além de gravuras de Debret e Lasar Segall. O prato de porcelana tocado por João da Baiana e joias originais de Carmem Miranda são

algumas das raridades em exibição. A mostra ainda apresenta cinco obras criadas especialmente para a ocasião.

Serviço:

O Rio do samba: resistência e reinvenção

Museu de Arte do Rio (MAR)

Praça Mauá, 5, Centro, Rio de Janeiro.

Em cartaz até 31 de maio, com entrada gratuita.

Edição: Brasil de Fato RJ