América Latina

Oposição tenta derrubar governo da Venezuela pela violência, diz Igor Fuser

Professor da UFABC avalia que governo do presidente Maduro tem conseguido seguir a constituição

Brasil de Fato

,

Ouça a matéria:

Venezuelanos terão eleições nas próximas semanas para escolher o líder do país / Fania Rodrigues

O constante ataque ao governo da Venezuela empreendido por parte da mídia corporativa, com apoio dos Estados Unidos, ocorre porque os  venezuelanos possuem um sistema popular.

Esta é a avaliação do professor de Relações Internacionais da Universidade Federal do ABC, Igor Fuser. 

Segundo ele, a Venezuela é mal vista por esses setores porque busca resolver as demandas sociais em primeiro lugar, apesar dos problemas macroeconômicos do país.

O professor explica que o país irá passar por um momento importante nestas eleições. O professor critica a atuação dos setores oposicionistas que não contribuem para retirar a Venezuela da atual crise e dificultam o trabalho do governo.

Igor avalia que não é correto questionar a legitimidade das eleições venezuelanas, especialmente, quando se compara com a situação de outros países da América Latina.

No Brasil, por exemplo, o professor afirma que existe um presidente ilegítimo, fruto de um golpe parlamentar, e com popularidade praticamente nula. Em Honduras, existe um governo que se mantém com o uso da força. Enquanto isso, ele ressalta, a Venezuela segue com eleições livres. 

Edição: Diego Sartorato