Eleições 2018

Lula convida para o lançamento de sua pré-candidatura no dia 27

Recado foi transmitido à militância por Wadih Damous, um dos advogados do ex-presidente

Brasil de Fato | Curitiba (PR)

,
Wadih Damous repssa recados de Lula à militância da Vigília Lula Livre / Foto: Joka Madruga/APT

Na qualidade de advogado, o deputado federal Wadih Damous (PT-RJ) visitou, nesta segunda-feira (21), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba.

Ao deixar a sede da PF, o deputado fez um relato da visita aos participantes da Vigília Lula Livre, na Praça Olga Benário. Wadih disse que o ex-presidente está bem humorado, mas preocupado com a situação do Brasil.

Damous também levou à militância o convite de Lula para que, no próximo dia 27 de maio, participe dos lançamentos de sua pré-candidatura em atos políticos por todo o Brasil, para deixar claro que Lula é o candidato do PT à presidência da República.

“Não importa se com 10, 500 ou milhares de pessoas, mas é importante que cada cidade onde tenha diretório do PT faça esse lançamento no próximo domingo".

Mais uma vez, destacou o deputado, Lula mandou o recado de que não quer ninguém falando em indulto, pois ele quer provar que é inocente.

“O presidente me recomendou que dissesse a todos vocês e a todo o povo brasileiro que ele não quer saber dessa história de indulto, porque ele é inocente. O que ele quer é que se faça justiça e que o Judiciário brasileiro declare sua inocência, porque até hoje, aqueles que o condenaram não conseguiram provar qualquer ato ilícito praticado pelo presidente Lula. E a sua indignação é também pelo fato de que eles foram muito rápidos em condenar, enquanto os recursos que o presidente interpôs não andam. Então ele manifesta sua indignação com o fato de o Judiciário continuar perseguindo e continuar prejudicando sua tentativa de se defender, de provar que é inocente”.

Edição: Diego Sartorato