Copa do Mundo

Lula estreia como comentarista esportivo no programa do Trajano

Ex-presidente fará comentários via correspondência no programa que vai ao ar pela TVT e será retransmitido pelo BdF

Brasil de Fato | São Paulo

,

Ouça a matéria:

Ex-presidente Lula, durante a inauguração do Campo Dr. Sócrates Brasileiro, na Escola Nacional Florestán Fernandes, em dezembro de 2017 / Foto: Paulo Pinto/Fotos Públicas

O experiente jornalista esportivo José Trajano comanda um programa, de uma hora de duração, recheado de novidades para os amantes do futebol.

O Papo com Zé Trajano será uma opção diferenciada de cobertura esportiva durante toda a Copa do Mundo. É o que garante o próprio condutor e com um comentarista de peso e carisma. 

O programa vai ao ar de segunda a sexta, das 18h às 19h, pelo canal 44.1 HD na TV digital ou pelo site tvt.org.br e será retransmitido pelas rádios Brasil Atual e Brasil de Fato

“O grupo que está fazendo esse programa, Papo com Zé Trajano, é um grupo muito experiente na profissão. Nós já trabalhamos juntos muitas vezes em coberturas de Copa do Mundo, na ESPN Brasil, fora da ESPN Brasil, então a gente resolveu se reunir para apresentar uma opção diferente para quem está acompanhando a Copa do Mundo. É uma hora só por dia, não temos nenhum repórter lá, mas vamos fazer matérias aqui, vamos ter comentários diferenciados, convidados que não são só do jornalismo esportivo… A gente tenta fazer um trabalho diferenciado e a cereja do bolo é o presidente Lula”, disse José Trajano.

Exatamente. Mesmo preso em Curitiba desde o dia 7 de abril, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será comentarista no programa Papo com Zé Trajano. Ele enviará os comentários por escrito ao amigo jornalista, que diz estar ansioso para conhecer as impressões de Lula. 

“Ele é um amante do futebol e vai ter condições de analisar porque está vendo os jogos lá. Com certeza, nesse primeiro comentário, imagino eu, vai falar da má estreia do Brasil contra a Suíça. Mas está aberto a falar de qualquer coisa: da derrota da Alemanha, da Argentina, do pênalti perdido pelo Messi. Eu tô curioso. Estou ansioso pra chegar às minhas mãos a primeira coluna dele”, afirmou o jornalista.

Segundo Trajano, o programa é um contraponto à lógica comercial das transmissões dos jogos da Copa do Mundo pela mídia tradicional. 

“Já vem de longe o monopólio da Globo, os direitos de transmissão. Mas eu acho que é preciso dizer também da opção das outras emissoras. A Globo comprou a Copa do Mundo, como compra todas as vezes, mas não há interesse das outras emissoras. A gente mete o pau na Globo, claro, porque ela monopoliza o futebol brasileiro, escolhe o pior horário para as transmissões dos jogos, pinta e borda, mas é preciso falar da falta de interesse do SBT do Sílvio Santos, da Record de Edir Macedo em relação à Copa do Mundo, para que haja mais democracia nas transmissões do futebol”.

A estreia do programa é nesta segunda-feira, dia 18 de junho. 

 

Edição: Juca Guimarães