VIOLÊNCIA

Após quatro meses de Intervenção, número de tiroteios cresce 36% no estado do Rio

Segundo relatório, desde 16 de fevereiro, foram registradas 3.210 trocas de tiros no estado do Rio

Read in English | Leer en español | Brasil de Fato | Rio de Janeiro (RJ)

,
Intervenção federal-militar na Segurança Pública completou quatro meses no estado do Rio de Janeiro com aumento de 36% no número de tiroteio / Reprodução

Intervenção militar na Segurança Pública completou quatro meses no estado do Rio de Janeiro com aumento de 36% no número de tiroteios. Os dados são do Observatório da Intervenção, que é uma iniciativa do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania da Universidade Candido Mendes (CEseC/Ucam).

O relatório divulgado no sábado (16) traz críticas à suposta falta de investimento em investigações e ações de inteligência. Segundo o Observatório, que usa dados do aplicativo Fogo Cruzado, desde 16 de fevereiro foram registrados no estado do Rio 3.210 tiroteios. Nos quatro meses anteriores haviam ocorrido 2.355, o que indica um aumento de 36% após a intervenção. 

O documento aponta ainda que de fevereiro a março, aumentou o número de operações realizadas sem a divulgação do contingente mobilizado. O relatório destaca que ocorreram três operações em fevereiro, 9 em março, 34 em abril e 55 em maio. De acordo com o Observatório, os dados foram obtidos a partir de 77 requerimentos enviados às polícias fluminenses baseados na Lei de Acesso à Informação em 7 de maio, dos quais 37 foram indeferidos em 7 de junho.

Edição: Jaqueline Deister