Copa 2018

Brasil vence a Sérvia e avança em primeiro lugar; México será adversário nas oitavas

Paulinho e Thiago Silva fizeram gols da Seleção em Moscou

Brasil de Fato | Moscou (Rússia)

,
Na Vigília Lula Livre, em Curitiba, torcida vibrou com a vitória da seleção / Ricardo Stuckert

A Seleção Brasileira venceu a Sérvia por 2 a 0 nesta quarta-feira (27), em Moscou, e garantiu o primeiro lugar do grupo E com 7 pontos e um saldo positivo de quatro gols. Paulinho e Thiago Silva balançaram as redes da Arena Spartak, para alegria dos mais de 10 mil brasileiros que empurraram a equipe nas arquibancadas desde o primeiro minuto.

Nas oitavas-de-final da Copa, o Brasil terá pela frente o México, que se classificou em segundo lugar no grupo D. O jogo está marcado para a próxima segunda (02), às 11h, horário de Brasília.

Primeiro tempo 

A postura da Seleção nos minutos iniciais foi mais ousada e agressiva do que nos jogos anteriores, contra Suíça e Costa Rica.

Logo aos três minutos, Philippe Coutinho encontrou Gabriel Jesus na entrada da área, em velocidade. O atacante brasileiro tentou concluir a jogada, mas o chute foi abafado pelo goleiro Stojkovic.

Aos nove, o lateral-esquerdo Marcelo deixou o campo, lesionado, e deu lugar a Filipe Luís.

O Brasil parecia sentir a falta de um dos seus principais líderes. Tanto que, nos quinze minutos seguintes, a Sérvia equilibrou as ações, neutralizou os ataques da Seleção e igualou a posse de bola.

Stojkovic só voltou a trabalhar aos 25, quando Neymar tabelou com Gabriel Jesus pelo lado esquerdo e chutou cruzado, com categoria. O goleiro esticou o braço esquerdo e espalmou a bola pela linha de fundo: uma das defesas mais impressionantes deste Mundial.

Três minutos depois, Gabriel Jesus perdeu nova oportunidade, após lançamento de Neymar. O camisa 9 até cortou o primeiro zagueiro, mas demorou a finalizar e foi bloqueado.

De tanto pressionar, o Brasil chegou ao gol. O volante-artilheiro Paulinho infiltrou por entre a zaga da Sérvia, recebeu em velocidade e desviou a bola por cima de Stojkovic: 1 a 0.

No restante da primeira etapa, a Seleção de Tite adotou uma postura mais defensiva e apenas administrou a vitória parcial.

Segundo tempo

A primeira oportunidade de gol na volta do intervalo aconteceu aos onze minutos, com Neymar. O craque brasileiro recebeu ótimo passe de Coutinho, invadiu a área e bateu rasteiro. O goleiro sérvio defendeu no reflexo, com o pé esquerdo.

Aos quinze, o adversário começou a assustar. Primeiro com Mitrovic, camisa 9, que aproveitou rebote de Alisson na pequena área e finalizou no centro do gol. A bola bateu no joelho de Thiago Silva e voltou para os braços do goleiro da Seleção. 

Os dez minutos seguintes foram de pressão total da Sérvia. A dupla de volantes Matic e Milinkovic-Savic dominou o meio-campo e obrigou Tite a mexer no setor.

Depois que Fernandinho substituiu Paulinho, aos 20, a Seleção recuperou o equilíbrio na marcação e chegou ao segundo gol logo em seguida. Neymar cobrou escanteio pela esquerda e o zagueiro Thiago Silva cabeceou com força para ampliar o placar.

Daí em diante, a Seleção manteve o domínio territorial, mostrou segurança na defesa e fez boas tramas no campo de ataque. 

Ao final do jogo, os atletas cumprimentaram a torcida e comemoraram no centro do gramado a classificação para as oitavas-de-final.

 

Edição: Thalles Gomes