Democracia

IBOPE: com 33%, Lula segue liderando corrida presidencial

Mesmo há 80 dias como preso político, petista segue sendo o favorito dos brasileiros para tirar o país da crise

Leer en español | Read in English | Brasil de Fato | Curitiba (PR)

,

Ouça a matéria:

Militantes da Vigília Lula Livre, em Curitiba, mantém acampamento permanente pela liberdade do ex-presidente / Foto: Ricardo Stuckert

Segundo pesquisa Ibope encomendada pela Confederação Nacional da Indústrias (CNI) e divulgada na manhã desta quinta-feira (28), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é o candidato com maiores intenções de voto para as eleições presidenciais de outubro.

No formulário estimulado, em que uma lista de pré-candidatos é apresentada aos respondentes, o pré-candidato petista conquistou a preferência de 33% dos entrevistados, seguido de Jair Bolsonaro (PSL) com 15% e Marina Silva (REDE) com 7%.

Na pesquisa espontânea, em que não há lista de pré-candidatos para referência, Lula desponta com 21% das intenções de voto, seguido por Bolsonaro, com 11%. Ciro e Marina empatam em terceiro lugar, com 2% cada. Neste caso, 31% dos entrevistados votariam nulo ou em branco e 28% não souberam responder.

Sem Lula no páreo, Bolsonaro passa a liderar a pesquisa, com 17%, seguido de Marina com 13%, e Ciro, 8%. Preso há 80 dias, Lula tem o dobro das intenções do segundo colocado.

Para Rosane da Silva, integrante do Diretório Nacional do Partido dos trabalhadores, o fato de sua liderança no primeiro turno ser confirmada mesmo se tratando de um preso político deixa claro que a população brasileira acredita que, durante os governos do PT, o país cresceu e orientou seus investimentos para o bem-estar da maioria.

“Mostra para o povo brasileiro e para o mundo o quanto o presidente Lula é o único com capacidade política de retomar o desenvolvimento do nosso país, aplicando recursos públicos em programas sociais. O povo brasileiro já escolheu: quer ser feliz de novo”, afirma Rosane.

Edição: Diego Sartorato