FUTEBOL PARANÁ

Coluna Atlético Paranaense | Somos todos Fernandinho

Desde a eliminação, ele é alvo de manifestações racistas. Racismo é inconcebível.

Brasil de Fato | Curitiba (PR)

,
Róger é colunista esportivo do Brasil de Fato PR / Arte: Vanda Moraes

O Brasil foi eliminado da Copa do Mundo e o ódio que tem predominado qualquer debate no país foi destinado a Fernandinho. O volante, cria do Furacão, falhou, sim, na partida contra a Bélgica e merece as críticas a sua performance no jogo. Mas o que se viu nas redes sociais foi criminoso.  

Desde a eliminação, ele é alvo de manifestações racistas. Racismo é inconcebível em qualquer lugar do mundo. No Brasil, mais ainda, no futebol, com todos os heróis negros que nosso esporte já nos presenteou, além de crime, é burrice. Quem xinga Fernandinho nunca comemorou gol de Pelé, de Romário, de Ronaldo? 

Fernandinho é o retrato do jogador brasileiro. Menino pobre, que cresceu na dificuldade, abriu mão de muita coisa e conseguiu ganhar a vida no esporte. Sua história é admirada pela maioria dos brasileiros. Essa minoria burra e criminosa não pode ser tolerada. 

Edição: Frédi Vasconcelos