MucuriArte

Festival fortalece cultura popular em Bertópolis, no Vale do Mucuri (MG)

Evento é gratuito e conta com oficinas, debates e atrações que fazem parte da singularidade do povo mineiro

Brasil de Fato | Belo Horizonte (MG)

,
MucuriArte valoriza o interior do estado e todas as suas belezas e histórias de resistência / Caldeira dos Santos/Associação Vale Viver

A próxima semana vai ser de muita troca de experiências, crescimento e preservação da identidade do povo brasileiro no Vale do Mucuri. É chegada a hora do MucuriArte, um grande festival cultural da região, que acontece de 17 a 21 de julho na cidade de Bertópolis.

Essa é a 4º edição do projeto, que nasceu com o intuito de fazer um resgate da cultura popular, além de valorizar o interior de Minas Gerais e todas as suas belezas e histórias de resistência. 

A escolha do local não foi à toa. Bertópolis está próxima do estado da Bahia e seus habitantes enfrentam cotidianamente os efeitos da desigualdade social e a falta de acesso a direitos básicos. O município também preserva o legado dos índios Maxacali, dos trabalhadores e trabalhadoras rurais e de outros grupos colocados à margem da sociedade.

De acordo com uma das organizadoras do MucuriArte, Jandira Cangussu, que representa o Instituto Vale do Mucuri e o Ponto de Cultura Ceia, levar a arte para pequenos lugarejos é uma das formas de democratizá-la. “Os moradores da região têm oportunidade de ver, ouvir e experimentar outros modos de entender a vida, assim como eles podem ensinar e vivenciar a sua cultura com outras pessoas. É um momento de poesia, de encontro, de aprendizagem”, comenta.  

A programação é toda gratuita e está recheada de shows, espetáculos teatrais, mostras literárias, cortejos, aulas e sessões de debate. Várias atividades resgatam memórias sobre o Vale do Mucuri e discutem alternativas para a crise que o Brasil enfrenta. 

“É irônico, porque nesse momento, as coisas são especialmente mais difíceis para realizar um festival como esse, mas isso motiva. As pessoas estão sentindo a necessidade de se organizar, expressar, fundamentar suas opiniões e encontrar saídas. Os obstáculos impulsionam”, analisa Jandira, que destaca os fóruns de discussão pensados especificamente para recuperar a organização política. 

Serão debatidos temas como gênero, questão indígena, negritude, invisibilidade dos mestres da cultura popular, situação dos quilombolas e artesãos locais, entre outros. O conjunto de oficinas também será enorme e cheio de diversidade. Tem de escrita poética, hip hop, arte Maxacali, cerâmica, sopro e som, teatro de bonecos e mais.

“Queremos chamar a atenção para a importância de valorizar festivais como esse, valorizar os movimentos e povoados. Toda melhoria da sociedade passa por essas ações. Precisamos olhar tudo isso com sensibilidade, pois é essencial para o desenvolvimento integral das pessoas”, ressalta Jandira.

Serviço - Festival MucuriArte 

Onde: Bertópolis, no Vale do Mucuri

Quando: 17 a 21 de julho

Quanto: Gratuito

 

Edição: Joana Tavares