ACORDO OFICIAL

Vigília Lula Livre permanece nas imediações da Polícia Federal

Em nota, coordenação da Vigília classifica o acordo como "vitória do direito à manifestação"

Curitiba (PR)

,
Novo terreno alugado pela coordenação da Vigília fica de frente para a Polícia Federal / Claudio Ikhbene

Em nota, a coordenação da Vigília Lula Livre, localizada a menos de 100 metros da entrada da superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, onde o ex-presidente Lula encontra-se preso há 102 dias, informou que ontem (16) alugou um terreno em frente à PF. Junto a isso, houve uma audiência de conciliação no Tribunal de Justiça do estado, onde o movimento conquistou o direito de permanecer, durante a semana, na chamada Praça Olga Benário para a já tradicional saudação de "Bom dia" e "Boa noite" ao ex-presidente Lula. As demais atividades de debates e apresentações deverão ser feitas de dentro do terreno particular.

Veja abaixo a íntegra da nota: 

Curitiba, 17 de julho de 2018

Depois de audiência de conciliação no Tribunal de Justiça, ontem (16), com a presença de representantes da Secretaria Estadual de Segurança Pública, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Defensoria Pública do Estado do Paraná, prefeitura de Curitiba, moradores do Santa Cândida e a coordenação da Vigília Lula Livre, chegamos ao seguinte acordo oficial, que será cumprido pelas partes: 

1 – Mantemos o direito à livre manifestação, ao uso da chamada Praça Olga Benário, de onde seguiremos diariamente enviando ao ex-presidente a mensagem de “Bom dia”, mantendo esse canal de denúncia da prisão política de Lula e, também, a comunicação dele com a sociedade brasileira. 

2 – A Justiça concedeu o direito a seguirmos enviando o “Bom dia” ao presidente do horário das 9h até 9h30, o “Boa noite” das 17h às 17h30. Além disso, nas segundas e quintas-feiras, temos o direito de uso do espaço da praça das 17h às 19h. Informamos que seguiremos lançando o “Bom dia” da Praça Olga Benário, e agora o “Boa tarde” e “Boa noite” será no terreno alugado na frente da superintendência da Polícia Federal, batizado de espaço “Lula Livre”, parte da Vigília. Ali também acontecerão as atividades no final de semana. 

3 - Todas as pessoas indignadas com a situação do país e que lutam pela democracia estão convidadas a participar de nossas atividades. Atividades culturais, debates políticos e nossa comunicação alternativa seguirão acontecendo nos espaços alugados pelas organizações da Vigília. 

4 - Não podemos ter mais situações como a que ocorreu no dia 15 (segunda) pela manhã, de proibição pela Polícia Militar do trânsito por parte de militantes, jornalistas, entre outros, circularem até o terreno locado. Teremos o direito à mobilidade entre os espaços privados alugados pela Vigília Lula Livre. 

5 - O acordo é uma vitória do direito à manifestação, é um repúdio a pequenos agrupamentos de extrema direita que pedem intolerância, é um sinal do respeito que a sociedade de Curitiba tem pela Vigília, que é marcada por solidariedade e por disciplina. Alcançamos 102 dias até aqui denunciando uma situação de injustiça única na História do país, de um presidente popular e referência mundial estar encarcerado sem o completo trânsito em julgado do processo. 

6 - Seguiremos respeitando a vizinhança e buscando o diálogo, sobretudo agora na nova localidade, respeitaremos os momentos de silêncio, mas exigimos também respeito aos homens e mulheres das organizações que fazem caravanas para nos visitar. 

7 – Lula Livre, Lula Inocente, Lula Presidente! Rumo ao registro da candidatura, no dia 15 de agosto em Brasília! 

Vigília Lula Livre

Edição: Laís Melo