Mobilização

Marcha Lula Livre realiza ato Político em Recife

Pré-candidata ao governo do estado, Marília Arraes, esteve junto à Marcha nesta sexta-feira (20)

Brasil de Fato | Recife (PE)

,
"São milhares de pessoas estão chegando à capital pernambucana depois de percorrerem mais de 120 quilômetros com parada em sete municípios" / PH Reinaux

Desde segunda-feira (16) que a “Marcha Lula Livre, Lula Inocente” cruza parte do estado de Pernambuco entre as cidades de Caruaru e Recife em defesa da democracia e da liberdade do presidente Lula. E chega hoje, às 15h, no Derby, para um ato político. São milhares de pessoas estão chegando à capital pernambucana depois de percorrerem mais de 120 quilômetros com parada em sete municípios. A marcha é uma iniciativa do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) em parceria com a Frente Brasil Popular, Central Única dos Trabalhadores de Pernambuco (CUT-PE) e Partido dos Trabalhadores (PT). 

Maria Aparecida Ramos, dirigente Nacional do MST, explica que a Marcha defende a liberdade do presidente Lula e a retomada da democracia. “Nossa marcha, o lema dela já vem dizendo, nossa luta pela reforma agrária e Lula Livre. O que a gente quer com a marcha, garantir a democracia que tá sendo derrubada em nosso país, a marcha traz esse foco, luta pela democracia, luta pela reforma agrária e Lula Livre”, disse. 

A animação de quem participa é uma das características da marcha, que conta com a participação de muitos jovens. Os militantes do MST vem de todas as regiões do estado. Quem é do sertão se juntou à marcha com a região agreste ainda na segunda-feira. Para Suzi Silva, de 24 anos, militante do Movimento, a marcha é também momento de muita emoção. “Muito emocionante é muita mistica. O coração de quem é militante do movimento bate forte toda vez que a gente se reencontra com os nossos pares. Quando a gente sobe no carro e que a gente olha o povo marchando em fileiras, as bandeiras hasteadas, isso alimenta ainda mais a mística de quem faz luta”, afirmou Suzi. 

Uma outra marca da marcha tem sido a recepção da população por onde passa. Muitas pessoas desejam uma boa caminhada aos marchantes, param para tirar fotos com o boneco gigante do presidente Lula, e gritos de Lula Livre saudam a chegada da marcha nas cidades por onde passa. Buzinas de carros e caminhões em favor da marcha são ouvidas em todo o percurso. 

Denise Matos, de 80 anos, era uma as mais animadas na passagem da marcha na BR 232, na altura do município de Pombos. “Essa é a minha última esperança de um Brasil brasileiro”, afirmou. Já a adolescente Miriam Vitória esperou em cima de uma passarela de pedestres, em Gravatá, a marcha passar para filmar e mostrar aos familiares. “Ele merece por tudo de bom que ele fez pela gente, se não fosse ele a gente não tinha o que a gente tem hoje em dia”, disse. 

Como forma de ampliar o diálogo com a sociedade, por onde passava, a marcha realizou atos políticos nos municípios onde pernoitava. Na saída da Marcha em Moreno, nesta sexta-feira (20), o prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, do PT, reforçou a iniciativa. “É importante a manifestação dos movimentos do campo, em defesa do presidente Lula, a gente sabe o momento que estamos vivendo aí de quebra institucional e é importante que o povo compreenda que tem que ir pras ruas se manifestar tem que se colocar contra esse estado de coisas que estamos vivendo no país hoje e parabéns pela luta do MST”, afirmou. 

A pré-candidata ao governo do estado de Pernambuco Marília Arraes também marcou presença na marcha e reforçou a iniciativa do MST no combate ao golpe em curso no País. “Nós só vamos combater o golpe que está instalado no país com o povo na rua e a marcha do MST é mais um momento que busca essa conscientização e essa mobilização popular. O MST tem sido essencial na luta pela democracia, na luta pela liberdade do presidente Lula”, disse. 

Sobre a decisão do PT com relação a candidatura das eleições ao governo estadual, Marília afirmou estar confiante. “Está mais perto do que longe e tenho certeza que vamos definir pelo melhor caminho, que é o caminho da candidatura própria e vai fazer uma grande campanha em Pernambuco, ganhar a eleição e resgatar o estado para as mãos do povo de Pernambuco”, afirmou.

Edição: Monyse Ravena