VOLEIBOL

Jaqueline se despede da Seleção de vôlei

Jogadora pernambucana defendeu as cores do Brasil por 18 anos

Brasil de Fato | Recife (PE)

,
Nos últimos meses Jaque chegou a jogar de líbero para continuar na Seleção / Confederação Brasileira de Vôlei

A pernambucana Jaqueline Carvalho, que durante mais de 15 anos defendeu a seleção brasileira de vôlei, anunciou na última sexta-feira (13) sua decisão de se aposentar da seleção. Com a camisa do Brasil a ponteiro conquistou dois ouros em Olimpíadas (2008 e 2012), um ouro nos Jogos Panamericanos (2011) e uma prata, em Gran Prix foram 5 ouros (2005, 2006, 2008, 2014, 2016) e duas pratas, além de três pratas e um bronze em mundiais. Ela escolheu fazer o comunicado de sua decisão pelo Instagram, seguido por uma entrevista na TV.

Em sua rede social, Jaqueline informou que a decisão teve caráter pessoal, já que ela busca passar mais tempo com seu filho Arthur, de 4 anos. “Após pensar muito, decidi me dedicar neste momento a novos projetos e à minha família. Quero acompanhar mais de pertinho o meu pequeno – que está crescendo rápido”. Sobre o período defendendo as cores do Brasil, a camisa 8 agradeceu à comissão técnica e à torcida. “Foram 18 anos na Seleção Brasileira, de muito amor e dedicação, que me renderam muitas histórias, alegrias e amizades que levarei para toda a vida. Tudo o que pude fazer, eu fiz com muito amor”, escreveu.

No último mês de abril, já com 34 anos, Jaqueline começou a se desafiar a jogar na posição de líbero. A mudança, proposta pelo técnico José Roberto Guimarães, foi encarada pela atleta como uma forma de seguir defendendo a Seleção Brasileira. Mas sua despedida da equipe foi mesmo como ponteira, na disputa do Grand Prix que se encerrou no último dia 30 de junho, com o Brasil conquistando a medalha de bronze.

Edição: Vinícius Sobreira