FUTEBOL

Começa a Copa do Mundo feminina sub-20, com transmissão na TV aberta

Duas atletas do Sport Recife defendem a Seleção na competição, cujo título o Brasil nunca conquistou

Brasil de Fato | Recife (PE)

,
A zagueira pernambucana Thaís Regina, do Sport, é titular na Seleção / Lucas Figueiredo/Comuncação CBF

Tem início neste domingo (5) a Copa do Mundo feminina sub-20 de futebol. Esta edição tem como sede a França. A Seleção Brasileira é uma das equipes da América que participa da competição, junto com Paraguai, Haiti, México, Estados Unidos. São 16 equipes no total, divididas em quatro grupos de quatro países. Após três rodadas, as duas primeiras de cada grupo passam à fase mata-mata. O torneio segue até o dia 24 de agosto, data em que ocorre a final. A novidade para os brasileiros é que a competição será transmitida ao vivo e em TV aberta. A emissora que comprou os direitos foi a Bandeirantes.

O Brasil está no Grupo B, junto com México, Coréia do Norte e Inglaterra. É o grupo mais forte da competição. O México chega com muita moral após serem campeãs, em janeiro, da Copa feminina sub-20 da Concacaf (entre as seleções da América do Norte). Na final as mexicanas superaram nos pênaltis a tradicional seleção dos Estados Unidos. Foi o primeiro título das mexicanas nessa categoria, enquanto os EUA venceram de maneira consecutiva os 4 últimos torneios do continente. A Inglaterra chega após um modesto 5º lugar na Copa UEFA de 2017.

Fundamental destacar que no futebol feminino, especialmente o sub-20, a Coreia do Norte é uma seleção de muita tradição. A equipe se classificou após ser vice-campeã da Copa da Ásia feminina de futebol sub-19, no fim de 2017, tendo perdido para as japonesas pelo placar de 1x0. No entanto, as norte-coreanas são a terceira maior força na história do futebol feminino sub-20. Em oito edições da Copa do Mundo, as norte-coreanas levaram dois títulos (incluindo o da Copa mais recente, em 2016) e têm um vice-campeonato e um 4º lugar. Melhores que as norte-coreanas, só os Estados Unidos e Alemanha, com 3 títulos mundiais cada.

Apesar de ser uma seleção respeitada no futebol feminino, também no sub-20, o Brasil nunca levantou a taça. O máximo que conseguiu foi um terceiro lugar (2006) e duas quartas colocações (em 2002 e 2004). Nas últimas cinco copas as brasileiras sequer chegaram às semifinais da competição. O Brasil chega após mais um título tranquilo da Copa América feminina sub-20, disputada em janeiro. Em sete jogos as brasileiras venceram todos, marcando 30 gols e tomando apenas um (na vitória por 8x1 sobre o Paraguai, 2º lugar na competição). A canarinho venceu as oito edições da competição.



Leoas defendem o Brasil

Entre as 21 convocadas, apenas duas jogam no exterior. E entre as 19 que atuam no futebol brasileiro estão duas atletas do Sport Recife: a zagueira pernambucana Thais Regina, camisa 3 da Seleção e 21 do Sport; e a meia maranhense Ariadina, a “Ari” (foto acima), camisa 20 da Seleção e 10 do Sport. Importante destacar também a atacante Geyse, do Benfica (Portugal), artilheira da Seleção na Copa América. A equipe é comandada por Doriva Bueno, que trabalha com a seleção sub-20 desde 2014. Confira no fim da matéria os vídeos apresentando um pouco das duas atletas do Sport.

O Brasil estreia já neste domingo (5), às 8h30 da manhã (horário de Brasília), enfrentando o time do México. Na quarta-feira (8), também às 8h30, é a vez das brasileiras encararem a Inglaterra. E no domingo (12) volta a campo contra a Coreia do Norte, no mesmo horário dos jogos anteriores.

Lista de convocadas do Brasil para a Copa do Mundo sub-20:

Goleiras

Nicole - Santos-SP

Kemelli - Flamengo/Marinha-RJ

Jully - Chapecoense-SC

Laterais

Isabella - Ponte Preta-SP

Monalisa - Iranduba-AM

Thais Reiss - University of North Florida (Estados Unidos)

Zagueiras

Andressa - Flamengo/Marinha-RJ

Thais Regina - Sport-PE

Tainara - Vitória-BA

Ingryd - Flamengo/Marinha-RJ

Volantes

Karla - Santos-SP

Luana - Ferroviária-SP

Angelina - Santos-SP

Ana Vitória - Corinthians-SP

Meio-campo

Ariadina - Sport-PE

Victória - Minas ICESP-MG

Katrine - Osasco Audax-SP

Kerolin - Ponte Preta-SP

Atacantes

Valéria - Osasco Audax-SP

Geyse - Benfica (Portugal)

Brenda - Iranduba-AM

Thaís Regina:

Ariadina:

Edição: Vinícius Sobreira