Solidariedade

Marcha Lula Livre doa alimentos saudáveis para instituições de Valparaíso

Ato político-cultural integrou trabalhadores rurais e moradores de cidade goiana

Brasil de Fato | Brasília (DF)

,
Os alimentos foram doados para a Apae, para o Lar Vicentino e para Escola de Arte Bem Viver / Juca Guimarães/BdF

A Marcha Lula Livre do Movimento das Trabalhadoras e Trabalhadores Sem Terra (MST) e movimentos populares em defesa da democracia realizou um ato político-cultural na noite deste sábado, dia 11, em Valparaíso de Goiás. A manifestação foi promovida por uma das colunas da caminhada, batizada em homenagem a Luís Carlos Prestes.

O ato celebrou a doação de alimentos saudáveis da reforma agrária feita pela Marcha Lula Livre para instituições de caridade da cidade. Foram doados 1.200 litros de leite, 1.200 quilos de arroz orgânico e 500 quilos de frutas diversas. Os alimentos foram doados para a Apae, para o Lar Vicentino e para Escola de Arte Bem Viver. 

Shows

A animação do ato ficou por conta da Juventude do MST e do Levante Popular da Juventude e contou com batucada e encenação teatral. A rapper Lilian Guerreira levantou a plateia com músicas empolgantes e letras feministas. 

A professora Katia, presidenta do PT em Goiás, saudou o ato. "É uma honra ter o MST marchando em Goiás. São os trabalhadores rurais que colocam comida na mesa dos brasileiros. Me emocionei ao ver a marcha na rodovia”, disse a petista que também concorre ao governo do estado nas eleições de outubro.

O show da Marcha no bairro Oriente contou com a apresentações de artistas locais de rap como o Chicão MC e Pedro Felipe. 

O cantor Forroshow animou toda a praça com uma seleção de forró arrasta pé e gritos de “Lula Livre”.

Edição: Rafael Tatemoto