Família

Lula, ao vice de Bolsonaro: "não julgue avós e mães pobres por um conceito medíocre"

General Mourão declarou que casas chefiadas por mulheres são "fábricas de desajustados"

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,

Ouça o áudio:

Lula, ao meio, ao lado da mãe, Lindu (esq.), que criou oito filhos sozinha / Foto: Arquivo pessoal

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) enviou uma carta, nesta quarta-feira (19), ao candidato a vice-presidente na chapa de Jair Bolsonaro (PSL), o general Mourão (PRTB), em rechaço às afirmações preconceituosas proferidas pelo militar da reserva contra mulheres pobres que assumem sozinhas o desafio de chefiar suas famílias.

"São fábricas de desajustados", disse Mourão, referindo-se às casas chefiadas por mães ou avós pobres.

“General Mourão, não julgue avós e mães pobres pelo seu conceito medíocre sobre a espécie humana. Se o senhor já pensava assim não deveria ter chegado a general e muito menos querer ser vice-presidente", disparou Lula em resposta. 

"Eu e sete irmãos fomos criados por uma mulher analfabeta chamada Dona Lindu, e duvido que exista alguém na sociedade brasileira que educou os filhos melhor do que ela. Pode ter igual, melhor nunca. General, um conselho, faça um curso sobre o Humanismo", arrematou o ex-presidente.

Edição: Diego Sartorato