MOBILIZAÇÃO

Artistas aderem à campanha "Vira voto" e vão às ruas conversar com indecisos

Em diversas cidades do país, banquinhas com café, pães e bolos são montadas para dialogar sobre o voto de domingo (28)

Brasil de Fato | Rio de Janeiro (RJ)

,
As atrizes Letícia Colin e Luísa Arraes, que interpretam Rosa e Manuela na novela da Rede Globo “Segundo Sol” também foram às ruas / Divulgação

Quem anda pelas ruas movimentadas das principais capitais do país tem grandes chances de se deparar com uma iniciativa comum na reta final do segundo turno das eleições: banquinhas que expõem placas com os dizeres "Ainda na dúvida? Vamos conversar?". Algumas delas têm café, bolos e pães e, sempre, pessoas dispostas a conversar com indecisos e reafirmar a importância do voto pela democracia e contrário à Jair Bolsonaro (PSL). A mobilização está sendo conhecida como "Vira voto".

Diversos artistas têm aderido ao movimento nos últimos dias. Na manhã da última sexta-feira (26), as atrizes Letícia Colin e Luísa Arraes, que interpretam Rosa e Manuela na novela da Rede Globo “Segundo Sol”, também foram às ruas conversar com os indecisos no Rio de Janeiro.

“Fomos pra saída do metrô para conversar sobre democracia. Sobre o risco que estamos correndo. Com amor e respeito encontramos pessoas indecisas e convictas. Com ambas trocamos informações, desmentimos fake news com fatos. Incrível aprendizado no encontro com as diferentes opiniões políticas. Sou pela vida, pelo amor, pela paz, pelo não a qualquer retrocesso”, disse a Letícia Colin ao Brasil de Fato.

As atrizes Patrícia Pillar, Maria Flor, Mariana Lima, Letícia Sabatella e o ator Enrique Diaz também foram fotografados nas ruas do Rio de Janeiro dialogando com a população em diferentes pontos da cidade. Em São Paulo, a apresentadora Marina Peson e a atriz Leandra Leal também conversaram com indecisos.  

Os grupos se sentem motivados pelo fato de a abstenção no primeiro turno ter sido recorde - quase 30 milhões de pessoas no país, ou 20,3% do eleitorado, o maior índice desde 1998. Também pelos votos nulos e brancos terem somado 8,79%.  

Nas redes sociais, umas das hashtags que movimentaram as postagens ao longo desta semana foi a #HoraDaVirada. No Instagram, o perfil "Vira Voto", com mais de 250 mil seguidores, reúne histórias bem-sucedidas de votos novos a Haddad, nas banquinhas, em conversas em botecos, em corridas de Uber e até em ligações com atendentes de operadoras de telefonia.

Edição: Redação