ARTE

Autor de canções de Júlia Vargas lança livro de poesia no Rio

Claos Mózi explora em poemas relação menos antropocêntrica do homem com o animal

Rio de Janeiro | RJ

,
Ganjah Lapa fica na Rua do Rezende, 82, na Lapa, no Centro do Rio / Divulgação

Autor de algumas das letras cantadas por Júlia Vargas, o poeta Claos Mózi lança neste domingo (11), às 16h20, na Lapa o livro "Os Cães do Coração", pela editora Autografia. O lançamento será acompanhado do Sarau Cancionista e, a partir das 19h20, o DJ Gomes apresenta o especial Tom Zé + Arnaldo Antunes + Itamar Assumpção. Às 22h20, tem show da Banda Giras Gerais, que já tem 12 anos de estrada, com o show Tactótum.

Em conversa com o Brasil de Fato, o autor do livro disse que não se limitou a um padrão de verso e de poema e preferiu explorar diversas linhas estéticas. "É uma reunião de poemas que venho fazendo já há alguns anos. Pirei um pouco em relação à forma, vou do Haikai japonês ao verso branco livre moderno, até para revelar a multiplicidade de possibilidades que a poesia nos dá", conta Claos.

O poeta diz ainda que, entre as diversas temáticas da obra, uma delas diz respeito à possibilidade de se pensar os instintos animalescos e passionais que o homem esconde. "A linha mais política do livro vê a natureza humana não mais em contrapartida à questão animal. Coloco em jogo a relação do homem com o animal, uma relação menos antropocêntrica e mais ecológica, mais terrena", explica o autor de "Os Cães do Coração".

Edição: Eduardo Miranda