ARTE

Compositor estreia música em homenagem às vítimas de violência no campo, no Rio

"Lacrimosa campesina" é um canto de resistência por justiça e paz aos homens e mulheres que lutam pelo direito à terra

Brasil de Fato | Rio de Janeiro (RJ)

,
Trecho da partitura para coro à capela, composta pelo músico em contato com dados da Comissão Pastoral da Terra (CPT) dos últimos dois anos / Rodrigo Lima/ Divulgação

Em contato com os números da Comissão Pastoral da Terra (CPT) sobre violência no campo no Brasil, o compositor Rodrigo Lima transformou indignação em arte. Diante os dados, que mostram que somente nos anos de 2016 e 2017, 60 pessoas foram assassinadas por conflitos no campo, ele escreveu a música “Lacrimosa campesina - um canto de resistência por justiça e paz”. 

“Essa violência tem atingido, sobretudo, os povos indígenas, lideranças quilombolas e camponeses que secularmente são vítimas da exclusão do direito à terra como um direito humano”, destaca Rodrigo, que é professor da Escola de Música do Estado de São Paulo (EMESP). 

A canção para coro à capela estreou no Rio de Janeiro na última sexta-feira (9) dentro da programação do 29ª Edição do Panorama da Música Brasileira. Foi executada pelo grupo Madrigal Contemporâneo com regência de Danielly Souza, na Sala da Congregação da Escola de Música, no centro da cidade. O texto da canção é originalmente da Missa de Réquiem, oferecida para o repouso da alma de uma ou mais pessoas falecidas.

 

Rodrigo Lima é compositor e professor da Escola de Música do Estado de São Paulo (EMESP)/ Foto: Divulgação

Para o compositor, a música “Lacrimosa campesina” pode ser considerada como um ato político, que denuncia os dados alarmantes dos homens e mulheres vítimas do conflito histórico pelo direito à terra no Brasil. “Fiquei profundamente estarrecido que em pleno século XXI temos que conviver ainda com essa barbárie e injustiça”, comenta o professor. 

 

Como compositor, Rodrigo tem atuado na área da música de concerto no Brasil e em festivais na América Latina, Europa e Estados Unidos. Ele também recebeu importantes prêmios nacionais e internacionais, como o Prêmio Funarte de Composição Clássica e o Prêmio Internacional Iberoamericano Rodolfo Halffter de Composición, do México.

 

Confira a letra da música:

Lacrimosa (latim)

Lacrimosa dies illa

Qua resurget ex favilla

Judicandus homo reus.

Huic ergo parce, Deus:

Pie Jesu Domine,

Dona eis requiem.

 

Tradução do texto

Dia de lágrimas aquele

Em que ressurgirá das cinzas

O homem para ser julgado

Tende, pois, piedade dele, ó meu Deus!

Ó misericordioso, Senhor Jesus

Concedei-lhe o repouso eterno.

Edição: Mariana Pitasse