Mobilização

CUT convoca ato em defesa da Previdência nessa quinta (22)

Data foi escolhida como dia nacional de luta contra a retirada de direitos

Brasil de Fato | Recife (PE)

,
Ação acontece em resposta às primeiras medidas anunciadas por Bolsonaro, que já sinalizam a perda de direitos dos trabalhadores / Vinícius Sobreira

Diversas entidades sindicais, movimentos populares e a CUT (Central Única dos Trabalhadores) de Pernambuco, realizarão amanhã (22) um ato público contra a Reforma da Previdência e o fim da aposentadoria e em defesa do Ministério do Trabalho. A concentração inicia ás 8h, em frente à sede da antiga DRT, na Av. Agamenon Magalhães, bairro do Espinheiro.

Uma das declarações do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) que tem gerado polêmica diz respeito ao destino do Ministério do Trabalho, que inicialmente seria extinto, mas que, conforme Bolsonaro, não perderá o status de ministério, mas será realocado em outra pasta. 

O presidente da CUT-PE, Carlos Veras, criticou a medida, chamando atenção para o risco de retirada de direitos e para a falta de respeito que a medida representa aos trabalhadores. “O governo recém-eleito agora quer acabar com um órgão que já tem 88 anos de história na elaboração de políticas e das diretrizes para a geração de emprego e renda, atuando na fiscalização do trabalho, no combate ao trabalho análogo à escravidão e na garantia dos direitos trabalhistas”, ressalta Veras. 

Edição: Marcos Barbosa