SAÚDE

Prática do ciclismo traz benefícios tanto para o coração, quanto para a musculatura

Exercício trabalha diferentes potencialidades do corpo e ajuda na melhora do condicionamento físico

Brasil de Fato | Recife (PE)

,
Nos fins de semana, Jefferson participa de grupos de ciclismo. / Arquivo Pessoal

Além de ser um dos meios de transporte mais tradicionais do mundo, a bicicleta também é famosa por ser utilizada por esportistas para a prática do ciclismo. Fazendo uso da atividade rítmica e cíclica, essa modalidade esportiva é bastante completa e ideal para o desenvolvimento dos sistemas de energia aeróbico e anaeróbico, a depender da intensidade e da duração.

Segundo Jefferson Reis, educador físico, personal trainer e ciclista há mais de 10 anos, uma das principais vantagens do ciclismo são os benefícios que a atividade traz para o coração: “Vamos estar evitando doenças cardiovasculares, fortalecer o bombeamento do coração, evitar hipertensão e outras doenças crônicas, como obesidade e diabetes”. Além disso, Jefferson relembra que a atividade em bicicletas também ajuda “fortalecendo a musculatura dos membros inferiores, dependendo da força e do tempo, beneficiando também a resistência muscular”.

Jefferson afirma que essas melhoras foram percebidas por ele no próprio corpo, na medida em que manteve a prática para se deslocar durante a semana, e a utilizar a bicicleta para o lazer nos fins de semana: “Senti um condicionamento físico melhor, você se sente bem mais disposto”, reforça.

No entanto, o personal trainer afirma que, além da prática regular, é preciso que os iniciantes prestem atenção em outras questões que poderão contribuir para o alcance de bons resultados. O primeiro deles é a prática de hábitos saudáveis, como uma boa alimentação e beber água. “[É fundamental] estar se alimentando bem, evitando comer produtos industrializados e frituras, dando preferência sempre a alimentos mais naturais, como frutas e raízes, carboidratos mais complexos. Também é necessário hidratar-se durante a atividade física, assim como no resto dia. Nosso organismo precisa da hidratação, moramos em um país onde faz muito calor, é preciso estar sempre bebendo água”, reforça.

Outra recomendação que ele deixa para os iniciantes, é que eles comecem com pequenas distâncias, como 5 ou 10 km, para irem sentindo como está o nível de condicionamento físico: “No caso do praticante querer praticar longas distâncias, é bom se reunir em grupo e ir começando a fazer pequenos percursos. E, na medida em que ele for se sentindo mais condicionado, poderá estar utilizando a bicicleta para ir ao trabalho, por exemplo, para ir mantendo o condicionamento físico”.

Por fim, Jefferson chama atenção para os equipamentos de segurança, que são essenciais para uma atividade segura. “É importante tomar os devidos cuidados utilizando os equipamentos de segurança, porque pode haver acidentes de trânsito. No Recife, por exemplo, temos poucas ciclofaixas. Então, é importante estar sempre atento, seguro e, se possível, andar em grupo” conclui.

Edição: Monyse Ravenna