BALANÇO

Editorial | Força do povo rege o compasso da mudança

É hora de trabalhar pela base e lutar pela garantia dos direitos da população

Brasil de Fato | Salvador (BA)

,
Não esqueçamos que é hora de trabalhar mais e mais pela base. / Brasil de Fato Bahia

O jornal Brasil de Fato é um esforço coletivo de organizações populares, sociais e sindicais para colocar as diversas vozes para ecoar no Estado da Bahia de uma forma diferente. Com um cuidado especial de ser feito pelo povo e para o povo, tendo como maior objetivo transformar a sociedade que vivemos em um lugar onde nossas diferenças não se tornem abismos, mas sim algo que nos aproxime. Um lugar com mais igualdade e afeto. Onde o debate é permitido, mas com diálogo e não de forma violenta. A população baiana merece informação de qualidade, construída com responsabilidade social. Merece um jornal comprometido com os interesses do povo, que promove a reflexão e o direito de ter dúvida.

Estamos na nossa 5º edição. Foram muitos os caminhos que nos trouxeram até aqui e sabemos que você que recebeu nas ruas, vielas,praças, pontos de ônibus, universidades, local de trabalho, é peça fundamental para que sigamos construindo essa ferramenta de comunicação popular. Passamos um ano muito difícil. Mas ele deixou evidente que a força popular tem grande potencial para mudar o momento político tão turbulento que estamos passando.

Em janeiro se inicia o Governo do atual Presidente da República Jair Bolsonaro. Um governo que declarou abertamente que vai privilegiar determinados grupos de comunicação em prol de outros; que irá fazer reformas políticas-sociais-econômicas que vão prejudicar diretamente a vida do povo; que governará para as elites sociais desse país, para que elas, com sua ganância desenfreada, cresçam absurdamente.

O papel do Brasil de Fato é fazer as devidas denúncias desse governo, mas, principalmente expressar o tamanho da força que o povo tem no Brasil e na Bahia. Força essa que teve votos que demarcaram um projeto de país, que em seu conteúdo pensava a melhora da vida povo. Sabemos que serão diversas as pedras no caminho, diria o poeta Carlos Drummond de Andrade. Mas serão pedras que vão rolar para longe de nós, afinal, somos maioria e o mundo pertence a nós.

Não esqueçamos que é hora de trabalhar mais e mais pela base, em nossas nossas comunidades, associações de bairro, sindicatos, entidades estudantis, locais de trabalho etc. É hora de lutar ainda mais pela manutenção dos direitos mínimos e básicos que alteram a vida do povo brasileiro. É hora de estarmos juntos e lembrar a todo momento que estar só não é solução para nada. Segurando a mão um do outro e uma da outra seguiremos juntos e juntas na construção dessa terra chamada Bahia e desse país chamado Brasil.

Animai-vos povo baiense, pois a hora da nossa liberdade ainda não chegou. Nossos inimigos dirão que a luta terminou. Nós afirmamos que ela apenas começou e que verdade será divulgada.

Um bom e feliz ano novo! Nos encontramos em janeiro nos pontos já conhecidos e em tantos outros que consigamos chegar.

Edição: Elen Carvalho