Retrospectiva

Editorial | 2018: um ano de lutas, festejos e resistência

Ano vai chegando ao fim, deixando como herança desafios que devem ser traçados pelos brasileiros em 2019

Brasil de Fato | Recife (PE)

,
Distribuição do Brasil de Fato PE durante a Marcha Lula Livre. Em 2018, foram muitas as batalhas. Que em 2019 possamos resistir juntos! / PH Reinaux

O Brasil de Fato Pernambuco trabalhou durante o ano de 2018 para que nossos leitores e leitoras pernambucanas tivessem acesso a informação de qualidade com responsabilidade social, nosso jornal é comprometido com os interesses do povo, por que é feito pelo povo e para o povo.

Quando percorremos as edições do Brasil de Fato PE de janeiro a dezembro percebemos que retratamos todas as principais notícias de retirada de direitos do povo trabalhador, dos ataques constantes à democracia brasileira, assim como também retratamos a rebeldia, resistência, criatividade e os festejos do nosso povo.

No início de 2018 já prevíamos que as disputas políticas seriam mais acirradas e polarizadas na sociedade brasileira, e exigiria dos trabalhadores, trabalhadoras e do conjunto da esquerda brasileira o desafio da luta unitária. Esse desafio segue atual para o ano que se avizinha.

Em janeiro de 2018 os desembargadores da 8ª turma do TRF-4 em Porto Alegre, julgaram, condenaram e ampliaram a pena Luiz Inácio Lula da Silva em segunda instância. Lula foi preso no dia sete de abril, mas se manteve na frente das pesquisas de intensão de votos, e sua candidatura foi registrada com um grande ato político no dia 15 de agosto em Brasília. E, no dia 01 de setembro, o TSE rejeitou sua candidatura. Colocando no pleito Eleitoral a chapa encabeçada por Fernando Haddad e Manuela D’ávila.

Uma acirrada disputa eleitoral, evidenciando dois projetos políticos opostos, uma disputa entre a volta e o restabelecimento da democracia no país “O Brasil Feliz de Novo”, e do outro lado a continuidade da elite brasileira no poder, desmontando as conquistas históricas dos direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras.

Em Curitiba/PR já são mais de 200 dias de Vigília Lula Livre em um acampamento montado nas proximidades da Policia Federal, durante as festividades de Natal e Ano novo serão realizadas ceias coletivas junto ao presidente Lula. Dentre os desafios que seguem para 2019, está a luta por Lula Livre!

Esse ano também foi marcado pela Copa do Mundo na Rússia, que no Brasil, e principalmente no nordeste, se mistura com os festejos do São João. Nosso povo é apaixonado pelo futebol, e que essa paixão sirva de exemplo para nossa resistência nos dias que se aproximam. Um ano que entra para história, entre golpes e luta política, resistimos com a alegria do futebol, dos festejos populares, da luta das mulheres, do povo negro, da população indígena, dos LGBTs, de toda essa gama de povo lutador e lutadora do povo que segue acreditando que ainda vira esse mundo em festa, trabalho e pão.

Que 2019 seja como a canção de Milton Nascimento: 

Vamos, caminhando de mãos dadas com a alma nova

Viver semeando a liberdade em cada coração

Tenha fé no nosso povo que ele acorda

Tenha fé no nosso povo que ele assusta

Tenha fé no nosso povo que ele resiste

E acordar novo, forte, alegre, cheio de paixão

Edição: Marcos Barbosa