Diversão

13 passeios e atividades culturais gratuitos para curtir na época de férias em Recife

São várias opções de passeios gratuitos em locais históricos, praças, museus e praias no Recife e Região Metropolitana

Brasil de Fato | Recife (PE)

,
Passeio de Catamaran é um pouco mais caro, mas proporciona a vista da cidade de outros ângulos / Sol Pulquério/Prefeitura do Recife

2019 chegou, e como todo começo de ano, o mês de janeiro é um mês de férias. Isso porque tem férias escolares e muitos trabalhadores e trabalhadoras tiram as férias nessa época para aproveitarem as férias dos filhos. Mas o que fazer nesse período? Nessa época, são muitas as possibilidades de passeios bacanas para a família. O Brasil de Fato fez uma seleção de passeios no Recife e na Região Metropolitana que cabem no seu bolso:

Praia



Foto: Sol Pulquério/PCR

A primeira dica é curtir uma praia. A mais famosa da capital pernambucana é Boa Viagem, mas tem também a praia do Pina, logo ao lado, dá para tomar um banho de mar e provar um caldinho delicioso. Mas, para quem tem mais disposição, tem a praia de Maria Farinha, que fica a 35km do Recife, ou a praia de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes.

Recife Antigo



Foto: Rodrigo Valença

Uma boa opção é passear pelo Recife Antigo. É melhor fazer o passeio a pé, pois o melhor é ver de pertinho as construções históricas e as ruas de paralelepípedos e pedras portuguesas ainda da época da colonização. Nossa dica de roteiro é: inicie pela Rua do Bom Jesus, passeie pela Praça do Arsenal e visite a Torre Malakoff. Para terminar, aprecie a vista da cidade pelo Marco Zero, à beira do Rio Capibaribe

Paço do Frevo



Foto: Divulgação

No prédio, com três andares cheios de histórias, curiosidades e até uma cafeteria, você vai encontrar muitas informações e vivências sobre o gênero musical mais famoso do Recife. Além de uma vasta programação com aulas de dança e uma escola de música, dá para conferir as histórias de várias agremiações e de personagens do frevo que ficam em exposição permanente, junto com uma coleção de estandartes que fizeram história nas ruas de Recife e Olinda. O Paço do Frevo fica na Praça do Arsenal, no Recife Antigo.

Casa da Cultura Luiz Gonzaga



Foto: Costa Neto

A antiga cadeia do Recife, que permaneceu por mais de um século como a mais importante penitenciária de Pernambuco é hoje a Casa da Cultura, funciona como centro comercial e fica localizada ás margens do Rio Capibaribe. O interessante, além da própria construção, são os boxes de artesanato que funcionam dentro das antigas celas dos presídios. Lá, o visitante pode encontrar muitas coisas, como bonecas de pano, redes, tapetes, além de artigos de couro, cerâmica e madeira. A visita é gratuita e pode ser feita de segunda a sexta, das 9h ás 18h. A Casa da Cultura fica no Cais da Detenção, s/n, Santo Antônio.

Oficina Brennand



Foto: Instituto Brennand

A oficina surgiu em 1971 nas ruínas de uma olaria pela iniciativa do artista Francisco Brennand. Lá são produzidas as Cerâmicas São João, famosas na capital pernambucana. Além disso, dá para ver centenas de esculturas de diversos temas expostas sobre galpões e um imenso jardim. A entrada é R$ 20,00 a inteira e R$ 10,00 a meia. A visita pode ser feita todos os dias das 8h ás 17h. A Oficina Brennand fica na R. Diogo de Vasconcelos, s/n, Várzea.

Jardim Botânico



Foto: Divulgação

As férias também nos permitem uma aproximação da natureza. Por isso, uma ótima dica é conhecer o Jardim Botânico. O espaço dispõe de sete jardins temáticos, com cactos, bromélias, orquídeas, palmeiras, plantas medicinais, sensorial e plantas tropicais. Todo visitante deve levar água e lanches. Para quem vai em grupo de até 30 pessoas, a recomendação é agendar a visita pelos telefones (81) 3355-0002 ou (81)3355-0000. A visita é feita com a ajuda de um monitor. O jardim botânico é aberto das 9h ás 15:30h, de terça a domingo e a entrada é gratuita.

Cinema São Luiz



Foto: Beto Figueiroa

Sem dúvidas, as férias também lembram cinema. Uma ótima opção é visitar Cinema São Luiz. Desde 1952, ele é cinema mais charmoso da capital, fica às margens do Rio Capibaribe e é um dos poucos cinemas de rua do país. Vale muito a pena assistir a uma das sessões só para conhecer mais o cinema. Ele também é aberto para visitação de terça a domingo. A entradas para sessões são de R$ 10,00 a inteira e R$ 5,00 a meia, exceto nas terças, onde a inteira custa apenas R$ 6,00 e a meia R$ 3,00. O cinema fica na já conhecida Rua da Aurora, no bairro da Boa Vista.

Teatro Santa Isabel



Foto: Instituto de Desenvolvimento e Gestão

Com um nome que faz referência a princesa Isabel, o teatro tem visitas guiadas aos domingos à tarde, os visitantes têm a oportunidade de conhecer a arquitetura e a história do teatro acompanhados por um guia. Não é preciso agendamento. Confira também as peças que estão em cartaz no teatro. Para mais informações, o telefone é (81) 3355-3323

MAMAM



Foto: Sol Pulquério/PCR

A antiga Galeria Metropolitana de Arte Aloisio Magalhães é desde 1997 o Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães (MAMAM). Instalado em um antigo casarão do século XIX, o prédio tem sete salas de exposição, biblioteca especializada em arte moderna e contemporânea, sala de atividades educativas e um café. São mais de 1.100 trabalhos que abrangem um período histórico entre 1920 e 2008.O anexo do museu abriga o projeto MAMAM no Pátio desde 2006, onde acontecem trabalhos experimentais e debates sobre arte. Fica localizado na rua da Aurora, 265 - Boa Vista.

Cais do Sertão



Foto: Thales Paiva

Vizinho ao Marco Zero, o Cais do Sertão abriga elementos da cultura sertaneja, em especial a música. O museu tem várias opções interativas, com vídeos, fotos e até um karaokê com composições de Luiz Gonzaga. Também é possível fazer uma oficina de iniciação musical com técnicos do museu, para entender um pouco sobre os principais ritmos populares do estado. A oficina acontece todos os dias, mas necessita de um grupo de pelo menos 10 pessoas para acontecer.

Mercado da Boa Vista



Foto: Sol Pulquério/PCR

Com mais de 20 mercados em toda a cidade, um passeio que não pode faltar nas férias é uma ida ao mercado, para experimentar a culinária local com um caldinho, dobradinha, feijoada e até buchada. O Mercado da Boa Vista, que fica no bairro de mesmo nome, na Rua Gervásio Pires, já foi uma estrebaria e também Cemitério da Capela. Os mais de 60 boxes contam com itens de cozinha, frutas, verduras, cereais e muita variedade. Nos domingos é comum ter som ao vivo ou a transmissão de jogos do campeonato pernambucano.

Parque da Jaqueira



Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

No bairro que leva o mesmo nome, o Parque da Jaqueira é um dos principais pontos de lazer na Zona Norte, estando numa região arborizada, à beira do rio. O parque tem pistas de corrida e patinação, parquinhos, uma capela e alguns equipamentos pra praticar exercícios físicos. O lugar é uma opção para fazer um piquenique, correr ou levar as crianças para brincar. O parque fica entre a Rua do Futuro e a Av. Rui Barbosa.

Jardim do Baobá



Foto: Wesley D'almeida

Perto do Parque da Jaqueira, o Jardim do Baobá foi inaugurado em 2017. O espaço fica à beira do Rio Capibaribe, ao redor de um baobá centenário, uma árvore sagrada para as culturas indígena e africana, a árvore simboliza a sabedoria e a diversidade cultural do povo brasileiro. O jardim tem balanços gigantes, um píer flutuante e uma mesa comunitária, onde é possível fazer piqueniques.

Edição: Monyse Ravena