CINEMA

Uma noite de 12 Anos: Resistência à barbárie

Filme retrata prisão e tortura do ex-presidente uruguaio José Mujica e dois companheiros na ditadura militar uruguaia

Brasil de Fato | Porto Alegre (RS)

,
Baseado no livro “Memorias del Calabozo, conta com roteiro e direção de Alvaro Brechner / Reprodução

A narrativa se passa durante a ditadura militar uruguaia e retrata a prisão, tortura, desumanização e resistência de três figuras importantes: José Pepe Mujica, que viria a se tornar presidente do Uruguai em 2010, Mauricio Rosencof, jornalista e escritor, e Eleuterio Fernández Huidobro, posteriormente, senador e ministro da Defesa no governo Mujica.

Com roteiro e direção de Alvaro Brechner, Uma noite de 12 anos é baseado no livro “Memorias del Calabozo”, de autoria de Rosencof e Huidobro sobre a longa noite que passaram encarcerados, experiência também vivida por Mujica. 

Um forte filme que mostra a firmeza em acreditar na utopia da democracia pela qual lutavam. Eles resistiram e não se deixaram morrer. Para que ninguém jamais esqueça o que representou uma ditadura.

Uma Noite de 12 Anos

Título original: La Noche de 12 Años 

Direção: Alvaro Brechner

Elenco: Antonio de la Torre, Chino Darín, Alfonso Tort, Mirella Pascual, César Troncoso, Soledad Villamil

Biografia, Drama | 14 anos | 122 min | Uruguai, Espanha, Argentina

Disponível nas plataformas Netflix e Now

 


Este conteúdo foi originalmente publicado na versão impressa (Edição 9) do Brasil de Fato RS. Confira a edição completa.

Edição: Marcelo Ferreira