luto

No Rio, incêndio no alojamento da categoria de base do Flamengo deixa 10 mortos

Segundo Corpo de Bombeiros, vítimas são adolescentes entre 14 e 16 anos

Brasil de Fato | Rio de Janeiro (RJ)

,
Vítimas fatais e causas do incêndio ainda não foram identificadas; moradores ouviram uma explosão na madrugada desta sexta-feira (8) / Reprodução

Um incêndio de grandes proporções na madrugada desta sexta-feira (8) atingiu o Centro de Treinamento George Helal conhecido como Ninho do Urubu, do Flamengo, localizado em Vargem Grande, na zona Oeste do Rio de Janeiro. Segundo o Corpo de Bombeiros, as chamas destruíram o alojamento das categorias de base do clube, que recebe jovens atletas entre 14 e 17 anos de diversos estados do país. 

Até o momento, as 10 vítimas fatais não foram identificadas. Outros três feridos estão no Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca. São eles: Emanuel Gomes Nunes, de 14 anos, Francisco Diogo Bento Alves, de 15 anos, e Jonathan Cruz Ventura, de 15 anos. Jonathan, que mora em Fortaleza, está em estado grave de saúde na CTI do hospital. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o jovem está com 40% do corpo queimado e será transferido para o Hospital Municipal Pedro II especializado em queimaduras, em Santa Cruz, também na zona Oeste.

O Corpo de Bombeiros recebeu o chamado por volta de 5h da manhã quando os jovens e também funcionários do CT estariam dormindo. "Todas as vítimas estavam dormindo. Quando chegamos aqui, o fogo estava restrito ao alojamento. Segundo funcionários, todos os mortos são jogadores da categoria de base. Não sabemos informar a identificação dessas vítimas. Os corpos ainda permanecem no local à espera da perícia. Fizemos o rescaldo e fogo foi contido às 6h30", disse o tenente-coronel do Corpo de Bombeiros Douglas Henaut.

O Flamengo deve adiar o jogo de amanhã contra o Fluminense, conforme um comunicado divulgado pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro. "A FERJ informa que não vê clima para a realização do Fla-Flu, neste sábado, no Maracanã, e está convocando, para reunião de emergência agora pela manhã, Fluminense, Flamengo e a TV detentora dos direitos do Campeonato Carioca para decidir sobre o caso", diz a nota oficial.

O governador Wilson Witzel (PSC) decretou três dias de luto no estado do Rio pela morte dos jovens e também as seis vítimas fatais do temporal da última quarta-feira (6).

Edição: Mariana Pitasse