Colunas dos Clubes

Coluna Timbu | Planejamento e Prioridades

Não estabelecer prioridades tem um preço, esperemos que não custe muito caro

Brasil de Fato | Recife (PE)

,
Wallace e Jorge Henrique saíram mais cedo no último jogo / Léo Lemos/Náutico

Em razão da eliminação na Série C de forma precoce, o Náutico teve a oportunidade planejar as suas atividades para o ano de 2019 com antecedência. Nesse propósito, parecia claro que a prioridade deveria ser avançar na Copa do Brasil e na Copa do Nordeste, com a obtenção de boas cotas financeiras. No entanto, a forma como o jogo contra o Santa Cruz se desenrolou mostrou que esse planejamento foi falho.

Os principais e mais experientes jogadores do elenco, Jorge Henrique e Wallace Pernambucano, saíram mais cedo do jogo, por conta de lesões passadas e fizeram muita falta nos pênaltis. Se as lesões tivessem acontecido durante a partida, paciência, fariam parte do risco; todavia, foram resultado do desgaste em partidas passadas. Não estabelecer prioridades tem um preço, esperemos que não custe muito caro.

 

*Filipe Spenser é colunista de esportes e torcedor do Náutico.

Edição: Monyse Ravena