REFORMA NÃO

Mais de 5 mil pessoas vão a ato contra Reforma da Previdência em sessão da ALPB

A proponente, deputada estadual Cida Ramos, fez o seu discurso na praça João Pessoa

Brasil de Fato | Jão Pessoa - PB

,
Cida Ramos no parlatório da ALPB, em frente à praça João Pesso / Foto: ALPB

"Estamos em praça pública e aqui é nosso chão! Aqui é nosso território. É assim que hoje esta casa começa os debates sobre a Reforma da Previdência. Trata-se de um tema da maior importância e interesse da maioria das pessoas que produzem a riqueza do Brasil e dos desvalidos. daqueles que nada tem." - Cida Ramos, deputada estadual PSB-PB

A sessão especial para discutir a Reforma da Presidência aconteceu do lado de fora da Assembléia Legislativa, em João Pessoa, e contou com mais de 5 mil pessoas, a maioria trabalhadoras (es) rurais que caminharam até a frente da Assembleia Legislativa para dizer NÃO à proposta Reforma da Previdência apresentada pelo presidente Jair Bolsonaro. A mobilização veio da Fetag - Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado da Paraíba e da Adufpb - Sindicato dos Professores da Universidade Federal da Paraíba, além do Fórum em Defesa da Previdência e outros sindicatos e segmentos sociais, como de mulheres, quilombolas, pessoas com deficiência e juventude.Foto: Reprodução

Os manifestantes lotaram a Praça João Pessoa em frente a Assembléia Legislativa. Cida Ramos fez o seu discurso no Parlatório do Povo Deputado Tota Agra, onde reafirmou que o tema da Reforma da Previdência é de suma importância para os desvalidos e que nada tem. "É preciso dizer bem alto que esta reforma não é contra as desigualdades, isso é Fake News. O principal objetivo é acabar com a previdência pública, acabar com a solidariedade social no Brasil, e engordar os lucros dos grandes bancos”, destacou ela.Foto: Reprodução

Para o Presidente da FETAG, Liberalino Ferreira, os sindicatos atenderam ao chamamento pois entendem a necessidade urgente da pauta. “Os trabalhadores rurais e agricultores são os mais prejudicados pela reforma, mesmo sendo eles responsáveis por mais de 70% do alimento que chega a nossa mesa. Agradecemos o compromisso firmado da deputada Cida, assim como a sua luta diária pelos trabalhadores deste Estado”, disse.Foto: Reprodução

A Sessão Especial contou também com a presença dos deputados federais Gervásio Maia e Frei Anastácio, além dos deputados estaduais Jeová Campos, Ricardo Barbosa, Polyanna Dutra e Dr. Érico, bem como os vereadores Marcos Henrique e Sandra Marrocos. Também estiveram presentes Luiz Couto - Secretário Estadual de Agricultura Familiar e Desenvolvimento do Semiárido e o Presidente da Contag, Aristides Veras.Foto: Reprodução

Edição: Cida Alves