JORNALISMO

TV Pernambuco estreia programa sobre política

A proposta do Trilhas da Democracia é unir movimentos populares e a Academia

Brasil de Fato | (PE)

,
A estreia do programa será uam entrevista com o professo e cientista político Emir Sader / SIMUC

O avanço do conservadorismo, da extrema direita, do neoliberalismo e a retirada de direitos da classe trabalhadora não aconteceriam, no Brasil, sem o apoio da mídia comercial, dominada por poucas famílias. Entretanto, há alguns anos, jornalistas brasileiros vêm se unindo a profissionais de outras áreas e inaugurando uma nova forma de se comunicar, ao analisar os fatos sob a ótica de quem defende mudanças sociais e cidadania para todos.     

           Uma das novas iniciativas nesse sentido é o programa de televisão Trilhas da Democracia, veiculado pela TV Pernambuco, sob a coordenação e apresentação do historiador e professor da UFPE, Marco Mondaini. O programa de estreia, uma entrevista com o professor de sociologia e cientista político Emir Sader, irá ao ar na próxima segunda (25). Na primeira temporada serão realizados debates semanais exibidos sempre na segunda-feira, às 21h15, com reprise aos domingos, às 19h. O programa também será exibido na página do programa no Youtube.

           A ideia do programa receber sempre dois convidados, sendo um ligado aos movimentos populares e um pesquisador da academia, para debaterem temas relacionados à defesa dos direitos humanos. A proposta é fortalecer a relação entre a sociedade civil e a universidade, contribuindo na união de forças e afinação de discursos no enfrentamento ao avanço do conservadorismo no Brasil.

O Trilhas da Democracia é resultado de uma parceria entre a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e a Fase, organização não governamental que desenvolve estratégias para o monitoramento de políticas públicas, visando a garantia do direito à cidade com participação popular. O programa tem o apoio da Empresa Pernambucana de Comunicação (EPC), por meio da TV Pernambuco, e do Sindicato dos Servidores Federais de Pernambuco (Sindsep-PE).

Edição: Vanessa Gonzaga