Enfrentamento

Ação dos EUA de reconhecer colinas de Golã como parte de Israel é agressão, diz Síria

Região rica em recursos hídricos foi tomada da Síria em 1967, contudo a soberania israelense não é consenso no mundo

Estados Unidos reconheceu formalmente a soberania israelense nas colinas de Golã na segunda-feira (23) / Foto: Pexels

O Ministério das Relações Exteriores da Síria declarou nesta segunda-feira (25) que o reconhecimento da soberania de Israel sobre colinas de Golã feita pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, representa uma agressão contra a nação.

"O presidente dos EUA reconheceu a anexação [do território das colinas] do Golã sírio pela entidade Sionista de ocupação em uma flagrante agressão à soberania e à integridade territorial da República Árabe da Síria, fechando os olhos para todas as reações internacionais que condenam essa resolução", afirmou a chancelaria síria por meio da agência estatal SANA.

Horas antes, o embaixador do país na China, Imad Mustafa, declarou que a Síria " se reserva ao direito de tomar todas as medidas possíveis para defender sua soberania sobre a colina de Golã", e que "mantém seu direito inalienável de recuperar Golã sob sua soberania, e que não descarta nenhuma medida, seja diplomática ou outra".

O ministério das Relações Exteriores da Síria ainda afirmou que Trump "não o direito ou a capacidade legal para legalizar a ocupação ou usurpação de outras terras à força, e essa política hostil dos EUA faz a região e o mundo sujeitos a todos os perigos".

A Rússia se manifestou através da ministra de Relações Exteriores, María Zajárova, no qual afirmou que a mudança de Golã significa uma "violação direta ao Conselho de Segurança da ONU".

Colinas de Golã

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reconheceu nesta segunda-feira (25/03) a soberania de Israel sobre as colinas de Golã, região rica em recursos hídricos tomada da Síria em 1967.

O reconhecimento já havia sido antecipado pelo presidente dos EUA na quinta-feira passada (21/03), levantando protestos de países como Rússia, Irã e Turquia. A soberania de Israel nas Colinas de Golã não é reconhecida pela comunidade internacional. As colinas de Golã ficam a nordeste de Israel e foram tomadas da Síria em 1967, na Guerra dos Seis Dias, e anexadas em 1981.  

*Com teleSur.

Edição: Opera Mundi