Rádio

Ouça o Programa Brasil de Fato - Edição Minas Gerais 30/03/2019

Governador Romeu Zema (Novo) tem dificuldades na ALMG de aprovar a reforma administrativa

Brasil de Fato | Belo Horizonte (MG)

,

Ouça o áudio:

/

O governador Romeu Zema (Novo) continua com dificuldades para aprovar a reforma administrativa na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). Nesta semana, o projeto substitutivo foi analisado durante três dias pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), mas, devido à falta de acordo entre governo e parlamentares, foi retirado para ser discutido diretamente em plenário.

Integrantes da CPI das Águas e Barragens da Câmara dos Vereadores de Belo Horizonte realizaram, nesta terça-feira (26), uma visita técnica ao ponto de captação de água da Copasa no Rio Paraopeba. Desde o rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho, no dia 25 de janeiro, o abastecimento no local está interrompido, já que o rio foi atingido pelos rejeitos da lama.

Na semana em que se completam dois meses do crime que vitimou 216 pessoas e chocou o mundo, outras dezenas de comunidades de Minas Gerais vivem o medo de o drama se repetir. Barão de Cocais, Macacos, Congonhas, Itatiaiuçu e Ouro Preto são apenas algumas delas. Na quarta-feira (27), três sirenes tocaram em duas cidades, já que o nível do risco de rompimento passou para iminente. Em Itabira, cidade onde nasceu a Vale, o alarme foi soado por engano. 

Desde que despontou na televisão, a apresentadora e chef de cozinha especializada em culinária natural, Bela Gil, tem seu nome associado a alguma polêmica. Seja por servir melancia como "churrasco", por escovar os dentes com cúrcurma em vez de pasta de dente, ou por declarar que comeu a placenta do filho mais novo após o parto. Pouco a pouco, as polêmicas deixaram de envolver apenas seus hábitos de vida, considerados peculiares. A cada dia, Bela tem assumido um discurso mais politizado. Durante as eleições presidenciais de 2018, se posicionou de maneira explícita nas redes sociais – e não deixou de fazê-lo, após a vitória de Jair Bolsonaro (PSL).

Edição: Minas Gerais