Quem disse que sementes são só para passarinhos?

Imagem do logo do Podcast

Ouça o áudio:

O óleo da semente de abóbora vem ganhando espaço como óleo comestível e como produto antioxidante.
O óleo da semente de abóbora vem ganhando espaço como óleo comestível e como produto antioxidante. - Pixabay
Conheça as surpresas que a abóbora carrega dentro de si

Fruto da aboboreira, a abóbora é conhecida por diferentes nomes no Brasil, como jerimum, nas regiões Norte e Nordeste e moranga, no Sul. Para além do fruto em si, outra parte que pode ser consumida é a sua semente, extremamente nutritiva. No entanto, pouco utilizada nas refeições do dia a dia.

A semente de abóbora é usada geralmente em dietas de emagrecimento, por conta do seu grande teor de fibras e gorduras poli e monoinsaturadas, que ajudam no processo de perda de peso. Mas, ela também é fonte de vitaminas e minerais poderosos para nosso organismo que trazem muitos benefícios para além do emagrecimento.

O nutricionista Matheus Silva, fala sobre os componentes existentes na semente e dá dicas de como consumi-la regularmente. "Ela acaba se tornando uma boa fonte de proteína para vegetarianos e veganos por ter um aporte proteico bom, além disso ela é fonte de algumas vitaminas e minerais, como magnésio, ferro e cálcio. A semente por ser algo bem prático, não precisa de refrigeração para armazenar nem nada, acaba sendo uma ótima opção nos intervalos, como acrescentar um punhado junto com uma fruta ou então colocar em um iogurte pela manhã, ou então pegar a semente triturar e acrescentar em receitas como bolo, como torta. É uma boa opção é na salada também", explica.

Outro destaque das sementes de abóbora é a presença de fitoesteróis, um composto orgânico que contribui para uma vida mais saudável, regulando os níveis de colesterol e prevenindo doenças cardíacas. Ao consumi-las, você tem a chance de aproveitar os inúmeros benefícios de algo, que normalmente é descartado, além de diversificar os sabores e combinações nas refeições diárias.

A abóbora é um alimento barato e muito fácil de ser encontrado em feiras livres e supermercados. As suas sementes podem até substituir alguns itens, que geralmente, são mais caros como as castanhas, por exemplo, de acordo com o profissional.

"As castanhas acabam tendo um custo elevado, ainda mais aqui no Sudeste, se comparado com a semente de abóbora é bem mais cara. As fibras da semente acabam auxiliando na saciedade, diminuindo a absorção de gorduras, apesar da semente ser uma fonte de gordura, as fibras acabam diminuindo a absorção, então pode estar associada com ovo sem preocupação de aumento de colesterol", lembra.

A semente de abóbora pode ser consumida seca, triturada ou até mesmo como óleo. Além de contribuir para formação de massa muscular, proteger as células do corpo, diminuir as inflamações, melhorar a saúde da próstata e da tireoide e até mesmo ajudar com a anemia.

Edição: Michele Carvalho