AMBULANTES

Prefeitura retira carrinhos e mercadorias de ambulantes do Mercado Central – JP

Todos as(os) ambulantes de carrinhos foram prejudicadas(os)

Brasil de Fato | João Pessoa - PB |
Ambulantes ocupam Câmara Municipal de João Pessoa
Ambulantes ocupam Câmara Municipal de João Pessoa - Cida Alves

 

Na madrugada desta terça-feira, diversos agentes da PMJP foram até o mercado Central com quatro caminhões e removeram todos os carrinhos ambulantes e as mercadorias para a Ceasa no Cristo. A ordem foi do Secretário Zennedy Bezerra que, de acordo com Josemar Muniz - Presidente da Associação de Ambulantes do estado da Paraíba, houve uma orientação do Ministério Público para retirar todos os ambulantes. Josemar conta que o Zennedy passou ontem no local prometendo que não iria mexer com ninguém, e que iria dialogar com todo mundo, porém, depois da meia noite ele pessoalmente foi ao Mercado Central e prendeu mais de cem carrinhos dos ambulantes que trabalham na rua, quebrando correntes e derramando frutas e verduras. “Isso foi uma ação truculenta e a gente não aceita, até mesmo porque ele disse que não ia não ia mexer e que iria ver uma solução e aí à noite ele fez essa”, denuncia Josemar. Josemar Muniz - Presidente da Associação de Ambulantes do estado da Paraíba
Segundo ele, são mais de 400 famílias que sobrevivem desse trabalho informal. Na manhã da terça, cerca de 100 ambulantes ocuparam a Câmara Municipal para reivindicar os direitos e sensibilizar as(os) vereadoras(es) sobre esta situação.
D. Maria Marinho, 58, conta que estava em casa e ligaram para ela: “eu me espantei pensando que que tivesse pegando fogo porque os guardas entraram e levaram tudo e os carrinhos estavam dentro do meu box e estava com corrente e levaram tudo com mercadoria, derramando no chão, um era de jacas e o outro era de reciclagem”, conta ela.  D. Maria Marinho
Alex Soares conta que foi agredido por agentes: “eu cheguei lá e peguei o carrinho, que eu vendo banana, e um deles me empurrou e jogou o carrinho em cima do caminhão”, relata Alex
As(os) ambulantes contam que não houve nenhuma notificação e não deixaram nenhum documento para atestar a ação da prefeitura. “Todo mundo tá sendo prejudicado porque levaram os carrinhos da gente que está sempre correndo pra trabalhar; a gente vende coisa e os carrinhos foram levados. Os carrinhos que ainda estão lá são apenas os de frete”, complementa Alex.Alex Soares

 

Edição: Cida Alves