Prisão política

Defesa de Lula pede ao STF anulação do processo ou regime aberto

Objetivo do recurso é que os erros da sentença sejam corrigidos e que Lula seja absolvido ou o processo anulado

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,
Lula segue como preso político desde abril de 2018, em Curitiba (PR) / Ricardo Stuckert

A defesa de Lula divulgou uma nota nesse sábado (11) explicando o recurso apresentado pelos advogados na última sexta-feira (10), sobre a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que reduziu a pena do ex-presidente.

No texto, eles alegam que o STJ deixou de analisar aspectos fundamentais da tese apresentada pelos advogados, “como por exemplo, o fato de que Lula não praticou qualquer ato inerente à sua atribuição como Presidente da República (ato de ofício) para beneficiar a OAS e não recebeu qualquer vantagem indevida”.

O recurso também cita “que o próprio TRF4 reconheceu que Lula jamais teve a propriedade ou posse do apartamento, e isso somente ocorreu por o que ex-presidente apenas foi uma vez ao local para visitá-lo para verificar se tinha interesse na compra, mas rejeitou a possibilidade”.

A defesa pede que Lula seja absolvido e que seu processo seja anulado. Caso isso não aconteça, os advogados pedem que o ex-presidente cumpra a sentença em regime aberto, o que não significa que deixará de buscar o reconhecimento de sua inocência. 



 

Edição: Luiz Albuquerque