Como funciona o incentivo a pesquisas científicas no Brasil ?

Imagem do logo do Podcast

Ouça o áudio:

Segundo pesquisadora, editais são a forma mais completa de financiamento das pesquisas feitas pelo governo federal e estadual
Segundo pesquisadora, editais são a forma mais completa de financiamento das pesquisas feitas pelo governo federal e estadual - EducaAfro
Editais são comuns, embora há tempos não aconteçam por conta dos cortes

Diante de muitos retrocessos do atual governo federal, a medida do corte de 30% dos investimentos para educação é uma das mais preocupantes no cenário brasileiro. Segundo o Ministério da Educação (MEC), o corte irá impactar todas as universidades e institutos federais do Brasil e uma redução abrupta como esta coloca em risco muitas pesquisas científicas e financiamentos estudantis.

O Brasil de Fato foi às ruas e recebeu a pergunta de Henrique Matheus, de 24 anos. "Eu quero saber como o estado apoia os cientistas e suas pesquisas no Brasil, como funciona esse apoio inclusive financeiramente?”.

Dyane Brito Reis  professora e pesquisadora de Acesso e Permanência de Jovens das Comunidades Negras no Ensino Superior da Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB), responde:

“O apoio a pesquisa no Brasil é feito de duas formas: uma são os editais de fomento a pesquisa como o CNPq, a CAPES. As fundações de amparos estaduais fazem editais de apoio à pesquisa e em geral esses editais são por áreas do conhecimento. Há alguns editais que são temáticos, então, acontece de ter um edital sobre a saúde da população negra, por exemplo, ou acontece de ter um edital voltado exclusivamente para as engenharias. O  pesquisador concorre a um edital desse tipo e em geral esses editais preveem alguns tipos de despesas, um que são bolsas para atuarem naquela pesquisa, há despesas de custeio que é uma parte deste financiamento utilizado para comprar um material de consumo e há também despesas de capital em muitos editais. Esses editais são muitos comuns embora faz tempo que eles não tem acontecido por conta dos cortes que tem havido e agora possivelmente não haja”.

“A outra forma de financiamento são as bolsas de iniciação científica e as bolsas de pós-graduação. Essas bolsas são enviadas para as universidades que fazem processos seletivos. Professores encaminham projetos, em geral, as pró-reitorias de pesquisa e pós-graduação selecionam projetos que recebem bolsa de iniciação científica”.

“Em geral, são esses os tipos, os editais é uma forma mais completa de financiamento das pesquisas. Esses são os financiamentos do governo federal e dos estados para as pesquisas nas universidades. Obviamente, , há outros tipos de financiamento, vinculados mais as empresas privadas”.
 

Edição: Tayguara Ribeiro