AUDIOVISUAL

Curta metragem mostra a importância da agroecologia e alimentação saudável

Produção realizada pelo Centro Sabiá será lançada nessa quarta (05), Dia Mundial do Meio Ambiente

Brasil de Fato | Recife (PE)

,
Pré-estreia do curta acontece junto da venda de produtos agroecológicos / Ana Lira

O Centro Sabiá lança na próxima quarta (05) o vídeo "Agroecologia é Vida". O curta, que utiliza a técnica da relatoria gráfica, traz informações sobre a importância da agroecologia e as vantagens em se produzir e consumir alimentos agroecológicos. A produção entra no YouTube e Facebook às 10h, do dia 05/06, nas páginas da organização. 

Para quem está no Recife nesta terça (04), pode conferir a pré-estreia no evento que acontecerá na frente da sede do Centro Sabiá, a partir das 18h, com produtos agroecológicos, que serão vendidos na hora, confecção de camisas com a técnica do estêncil, sorteios e venda de cerveja artesanal. A sede fica na Rua do Sossego, nº 355, no bairro da Boa Vista.

O vídeo traz resultados do Estudo Agroecologia no Semiárido de Pernambuco – Centro Sabiá: Caminhos para a Construção de Sistemas Alimentares Sustentáveis, que revelou que sistemas de produção agroecológicos são mais produtivos do que sistemas não agroecológicos no Semiárido de Pernambuco.No estado, 400 famílias agricultoras das regiões Agreste e Sertão integraram o estudo. O curta apresenta alguns resultados do documento e os desafios colocados para a prática da agroecologia no Brasil. 

"A proposta é ajudar a população a entender o que é a agroecologia e como ela é importante para quem produz e para quem consome.Com o vídeo, queremos popularizar a agroecologia, e acreditamos que a comunicação é importante para isso", pontua Carlos Magno, coordenador técnico-pedagógico do Centro Sabiá. Entre os resultados da pesquisa abordados no curta está a constatação de que na agroecologia a produção é mais sustentável, o que contribui com a preservação da biodiversidade e a recuperação de áreas degradadas. 

Além disso, o vídeo também apresenta alguns desafios da agroecologia, como a sobrecarga e a dupla jornada de trabalho das mulheres agricultoras e também a necessidade da garantia de políticas públicas que promovam e incentivem a agroecologia para que os desafios possam ser superados. 

 

Edição: Vanessa Gonzaga