Seminário

Agronegócio traz prejuízos sociais e ambientais, denuncia MST

Delwek Matheus, da coordenação nacional do movimento, fala sobre danos provocados pelo modelo de produção

Brasil de Fato | Guararema (SP)

,

Ouça o áudio:

Agronegócio prejudica / José Cícero da Silva/Agência Pública

Os impactos da compra de terras no Brasil por corporações estrangeiras para investimento no agronegócio é um dos temas em discussão no Seminário Terra e Território: Diversidade e lutas, na Escola Nacional Florestan Fernandes (ENFF), em Guararema. O encontro acontece entre os dia 6 e 8 de junho.

Segundo Delwek Matheus, da coordenação nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), o território brasileiro se tornou uma grande fonte de renda para o capital financeiro internacional, mas tem sido prejudicial ao país.

“Isso traz graves consequências para a sociedade brasileira. Você cria desemprego no interior, consequentemente, com a saída dos camponeses para a cidade, você gera mais miséria, pobreza e violência. Outro problema sério, também, é a degradação ambiental”, diz.

A entrevista completa está disponível em áudio.

Acompanhe no Brasil de Fato a cobertura especial do evento.

Edição: Geisa Marques