Bacuri: Uma das frutas mais populares da Amazônia

Imagem do logo do Podcast

Ouça o áudio:

Conhecido também como landirana, o bacuri tem ação antioxidante e pode ser aproveitada em cosméticos
Conhecido também como landirana, o bacuri tem ação antioxidante e pode ser aproveitada em cosméticos - Paulinho de Jesus
É uma fruta ovalada, com o sabor parecido o da maçã e é bastante rico em cálcio

O bacuri é um  fruto característico do norte do país e é muito utilizado para fazer doces e sorvetes. É uma das frutas mais populares da região Amazônica, sendo tão consumida por lá quanto a laranja.

O  bacuri contém uma polpa agridoce e é bastante rico em potássio, fósforo e cálcio. Segundo a publicação “Alimentos Regionais Brasileiros”  do Ministério da Saúde de 2015 ,  o bacurizeiro é uma planta polinizada principalmente por pássaros, o que faz com que sua produção necessite da presença das aves para se propagar.

A nutricionista Ana Paula Cancio fala sobre as características da fruta e nos conta como podemos utilizar na nossa alimentação. Ana explica também que o consumo do bacuri é indicado para pessoas sensíveis ou intolerantes à lactose, devido a grande quantidade de cálcio presente na fruta.

"É uma fruta ovalada, com o sabor parecido o da maçã. Na culinária se usa para sucos, geléias, compotas, também é muito usada para fazer sorvetes e licores. Além de ser uma fonte de cálcio. Muitas pessoas, hoje em dia, que tem demonstrado sensibilidade ou intolerância à lactose acabam restringindo o consumo de leite e laticínios, o que diminui o consumo de cálcio. É uma fruta que também é interessante pelo conteúdo de cálcio que tem".

Por  sua polpa possuir um látex, o bacuri também tem um uso medicinal abrangente e é popularmente distribuído na ilha de  Marajó, no Pará , na produção de remédios contra picadas de aranhas e cobras, no tratamento de problemas de pele e até mesmo contra dor de ouvido.

A nutricionista assemelha a fruta a pitaya, que também é rica em fibras de grande ação antioxidante e anti inflamatório.  

"A nutricionista assemelha a fruta a pitaya, que também é rica em fibras de grande ação antioxidante e anti inflamatório. Por ter bastante fibra, me faz lembrar da pitaya que ajuda a dar saciedade, principalmente a fibra do tipo solúvel que é algo que também tem no Bacuri. A pitaya também é uma fruta rica em antioxidante, a casca do bacuri tem um antioxidante e também tem ação anti inflamatória. Os produtos do mercado tem muito conservante, corante e muitas vezes eles levam o organismo a ter uma reação inflamatória, reações alérgicas, então consumir um alimento que tem uma propriedade anti inflamatória é muito interessante para nosso organismo”.

Ainda segundo a publicação do Ministério da Saúde, podemos utilizar também o óleo do bacuri, que é extraído das sementes. Ele é muito utilizado como anti-inflamatório e cicatrizante na medicina popular e na indústria de cosméticos.


 

Edição: Michele Carvalho